Libertadores: Corinthians luta para trazer bom resultado contra Vasco

Libertadores: Corinthians luta para trazer bom resultado contra Vasco

As quartas de final da Copa Libertadores marcaram o reencontro entre dois times que, no ano passado, protagonizaram disputa palmo a palmo pelo título brasileiro. Corinthians e Vasco, campeão e vice do Nacional em 2011, abrem nesta quarta-feira, às 21h50, o confronto que vale vaga na semifinal do principal torneio de clubes do continente.


Mas, se quis o destino que corintianos e vascaínos se reencontrassem no mata-mata de um torneio ainda mais cobiçado que o Campeonato Brasileiro, a situação de ambas as equipes já não é a mesma de cinco meses atrás, quando o Corinthians levou a melhor nos pontos corridos e ficou com o penta nacional.

De lá para cá, as mudanças nos times não foram tanto de conteúdo, mas de forma. A equipe de Tite manteve a defesa como seu ponto forte, mas provou que não é mais tão confiável, como por exemplo na queda no Campeonato Paulista diante da Ponte Preta. Já o Vasco deixou de ser a renascida equipe de 2011, que se contentou com o segundo lugar no Nacional, para voltar a ser cobrado novamente como clube grande por sua torcida.

No Corinthians, as mudanças chegaram aos titulares. Júlio César e Liedson, titulares na conquista do Brasileiro, perderam espaço. Em São Januário, nesta quarta, não estarão nem mesmo no banco de reservas - ambos não viajaram para o Rio de Janeiro com a delegação - e estão cada vez mais longe de permanecer no clube depois da Libertadores.

Mas se as coisas mudaram para ambos, a aposta de Tite para sair de São Januário com um resultado favorável ao Corinthians é a mesma de quando visitou o Vasco no segundo turno do Brasileirão do ano passado. Naquela oportunidade, o treinador não usou centroavante, assim como fará nesta quarta, e saiu de lá com um empate por 2 a 2.

'Se conseguirmos fazer igual daquela vez será muito bom. Um empate com gols está de bom tamanho para nós', falou Danilo, considerado por Tite um dos jogadores mais importantes do time. 'Não vai ter nenhum problema em jogar sem centroavante. Já estamos acostumados', concluiu o meia.

A chave do jogo para os corintianos, segundo os próprios atletas, é tentar evitar a pressão que o Vasco buscará impor no início da partida. 'Temos de jogar bem, pensando em ter muita posse de bola, marcar a equipe do Vasco muito bem e conseguir os espaços para fazer os gols, independentemente de quem marcar. Temos de procurar fazer um bom jogo e conseguir o resultado', disse o volante Paulinho.

Outro ponto forte enxergado pelos corintianos no time carioca é a bola parada. 'O Vasco é um time de muita qualidade e que tem a bola parada forte. Eles têm grandes cobradores. Tem de tomar cuidado com tudo porque é um time muito perigoso', falou o goleiro Cássio.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes