Para Cássio, Vila parece o campo do Emelec

Para Cássio, Vila parece o campo do Emelec

Há no Timão quem tenha ficado feliz com a escolha da Vila Belmiro para a primeira partida da semifinal da Libertadores. Para o goleiro Cássio, a arena santista se parece com o Estádio George Capwell, onde o Corinthians disputou as oitavas de final da competição, contra o Emelec. Foi o primeiro jogo do gigante como titular da equipe.

“A Vila é parecida com o estádio do Emelec. Um campo pequeno e curto. Nosso time se portou bem lá e tem condições de sair com um bom resultado da Vila. Precisamos ter a mesma tranquilidade e concentração para fazer um bom trabalho”, ensinou Cássio.

Segundo o goleiro, fora de casa, o Timão também pode levar vantagem na hora de marcar Neymar e seus colegas.

“Neste sentido, a Vila pode ajudar. É pequena e muita boa até para acertar a marcação. Em um campo menor, conseguimos encurtar o espaço”, justificou o goleiro, que considera o Morumbi um campo neutro.

“Nunca joguei lá, mas parece que a torcida fica mais longe da gente. Na Vila, a pressão do público será grande durante o tempo todo”, previu Cássio.

Esbanjando calma, o arqueiro promete não se abalar com a torcida ou com as provocações dos adversários (Neymar e Fucile). “Essas coisas, eu prefiro nem ler”, garante.

Para Cássio, Vila parece o campo do Emelec

Fonte: Jornal Bom Dia São José

Veja Mais:

  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Alessandro falou sobre o planejamento do Corinthians para 2018

    Alessandro explica busca de reforços e comenta volta de dois emprestados: 'Díficil'

    ver detalhes
  • Super carros do Monster Jam já estão na Arena Corinthians

    Carros gigantes chegam à Arena Corinthians para evento deste sábado; veja fotos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes