Corinthians não cogita contratar Ronaldinho

Corinthians não cogita contratar Ronaldinho

O exemplo negativo da contratação de Adriano fez a diretoria corintiana sequer cogitar a possibilidade de contratar Ronaldinho Gaúcho, que rescindiu, nesta quinta-feira, seu contrato com o Flamengo. O histórico de problemas que o meia causou ao Fla é o motivo pelo qual o Timão nem sonha com o craque, apesar de estar à procura de uma contratação de peso para a sequência da temporada.

Logo que a notícia foi confirmada na tarde desta quinta, o nome do jogador foi sugerido, nas redes sociais, por torcedores ao Corinthians. A diretoria alvinegra, como forma de frear qualquer especulação do clube com o jogador, fez questão de afirmar que não existe interesse no atleta.

'Não tem chance da gente contratar', disse o diretor adjunto do Corinthians, Duílio Monteiro Alves.

Recentemente o Alvinegro teve uma experiência ruim com Adriano, outro craque polêmico. A passagem catastrófica do atacante pelo clube fez os cartolas aprenderem com o erro de apostar em um jogador com histórico negativo. O Imperador gerou, além do prejuízo financeiro (ele recebia R$ 580 mil de salário), uma imagem negativa ao clube.

O Timão busca a contratação de um centroavante para a disputa do Brasileirão. Maxi Lopez, atualmente no Milan, e Alan Kardec, hoje no Santos, foram oferecidos ao clube.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes
  • Leandro Damião pode trocar Flamengo pelo Corinthians em 2017

    Corinthians inicia conversas por centroavante do Flamengo, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes