Corinthians joga em casa em 'ensaio' para Libertadores

Corinthians joga em casa em 'ensaio' para Libertadores

Corinthians joga em casa em 'ensaio' para Libertadores

Corinthians joga em casa em 'ensaio' para Libertadores

Esta quinta-feira é o dia do grande ensaio do Corinthians para pegar o Santos nas semifinais da Copa Libertadores. Diante do Figueirense, às 21h, no Pacaembu, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o time titular entra em campo pela última vez antes do clássico - os reservas encaram o Grêmio, no Sul, no próximo domingo - para mostrar à torcida e ao técnico Tite (foto) que os 10 dias de preparação foram suficientes para resgatar o bom futebol e o poder ofensivo.


A ordem é sufocar desde o início, buscar gols para apagar a má impressão dos últimos jogos de que o time desaprendeu a fazer gols (foi apenas um nos últimos quatro jogos). Vencer bem, somar os primeiros pontos no Nacional se faz necessário para o time chegar com moral diante dos santistas no jogo de ida, na próxima quarta, na Vila Belmiro.

Tite mais uma vez aposta em seu quarteto ofensivo formado por Alex e Danilo, que se revezarão na armação e como centroavante, com Jorge Henrique e Emerson aberto nas beiradas. Quer vê-los bem, soltos, ousados, para o time reerguer sua confiança, um pouco abalada com alguns tropeços, principalmente as duas derrotas no Brasileirão e o sumiço dos gols - há seis jogos que um atacante não marca.

'Ir bem no Brasileiro dará moral, o time chegará mais fortalecido no seu conjunto e com confiança. Esses dois fatores são importantes e, independentemente da competição, uma empresta à outra', disse o técnico Tite, ciente de que uma vitória nesta quinta será fundamental para a ida à Vila Belmiro. O único desfalque será o lateral-esquerdo Fábio Santos, que está suspenso - Ramon entra em seu lugar.

E o comandante esbanja confiança em uma grande apresentação no Pacaembu, que sirva de recado aos santistas. Tudo para baixar o atrevimento de alguns dos rivais que até já colocaram seu time na final da América. A versatilidade, com movimentação constante, será uma das estratégias para evitar que a surpresa de 2011 - perdeu por 2 a 0 - se repita. Na frente, ninguém terá posição fixa.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Lucca jogou emprestado à Ponte Preta em 2017

    Proposta curiosa do Cruzeiro pode colocar atacante do Corinthians no São Paulo; entenda

    ver detalhes
  • Rodriguinho está na mira dos chineses

    Chineses intensificam sondagens, e Rodriguinho pode deixar Corinthians no início de 2018

    ver detalhes
  • SAUDAÇÕES CORINTHIANAS #16 | 7 zagueiros para 2018

    VÍDEO: SAUDAÇÕES CORINTHIANAS #16 | 7 zagueiros para 2018

    ver detalhes
  • Oposicionista deve oficializar sua candidatura em breve

    Com diretores atuais como vice, Paulo Garcia se lança como candidato à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes