Árbitro da Federação Paulista de Futebol é morto com tiro na cabeça

Árbitro da Federação Paulista de Futebol é morto com tiro na cabeça

3.2 mil visualizações 8 comentários Comunicar erro

As informações foram divulgadas somente nesta quinta-feira, mas na última terça-feira o árbitro de futebol da Federação Paulista de Futebol (FPF), Cleverson Inácio, de 41 anos, foi enontrado morto com um tiro na cabeça, em Avaré, interior de São Paulo. O corpo do juiz estava próximo ao seu carro em uma estrada que dá acesso à Fazenda Santa Tereza, no município, que fica cerca de 270 km da capital.

De acordo com o investigador-chefe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) da cidade, Alexandre Aurani, a policia trabalha com a possibiliade de homicídio e latrocínio (roubo seguido de morte), já que Cleverson teve alguns objetos pessoais roubados , segundo os familiares.

A polícia já conversou com funcionários do hotel em que ele estava hospedado e, na próxima segunda-feira, vai ouvir o depoimento da família de Cleverson que era casado e tinha duas filhas pequenas.

Natural de Londrina, o árbitro também trabalhava como representante comercial de uma fábrica de roupas e estava na cidade para fazer entregas de produtos.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Maycon (à esq.) não fica após Copa; Rodriguinho e Jadson devem receber ofertas

    Andrés diz que Corinthians deve perder três titulares durante janela de transferências

    ver detalhes
  • Walmir e Carille batem papo durante treino; ambos deixam Corinthians rumo ao Al-Wehda

    'Pego de surpresa', braço-direito de Carille diz ter poucas informações sobre clube saudita

    ver detalhes
  • Balbuena foi capitão na última partida entre os dois times

    Corinthians defende bom retrospecto contra o Internacional neste domingo; veja números

    ver detalhes
  • Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web: 'Parecia o Romero!'

    Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web; confira melhores tweets

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes