Corinthians refuta marcação especial em Neymar e Ganso

Corinthians refuta marcação especial em Neymar e Ganso

Santos - É inevitável. Véspera de confronto com o Santos, pela semifinal da Libertadores, e a preocupação vira Neymar e Ganso. No Corinthians não foi diferente. Como parar a dupla santista? Apesar da ressalva, o treinador Tite rechaçou qualquer possibilidade de exercer uma marcação individual nos craques.

'Não se impede o Neymar de jogar. Pode se diminuir as ações. A responsabilidade não é de um jogador. Isso seria transferir a responsabilidade de um time para um cara. Isso sob o meu comando não acontece', destacou Tite.

Sempre crítico ao excesso de protecionismo da arbitragem a Neymar, Tite evitou qualquer comentário sobre a fama de 'cai cai' que ronda a carreira do Joia. O técnico do Timão acredita que a arbitragem está bem preparada e estudando o estilo de todos os jogadores.

'Qualquer comentário meu agora, pode ser visto como forma de pressão. Acredito que os árbitros estão bem preparados. Eles procuram saber as características de uma equipe ou de outra', afirmou. A arbitragem do clássico será comandada por Marcelo de Lima Henrique, que terá Dibert Pedrosa e Roberto Braatz como auxiliares.

A respeito da possibilidade de Muricy Ramalho escalar Paulo Henrique Ganso já na primeira partida, Tite dá de ombros. 'Vai ser a mesma marcação. É falar para o Ralf: 'marca o Ganso ou marca o Allan Kardec'. O Léo não começa jogando, pois ele atuou o clássico domingo', afirmou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes