Corinthians inicia decisão pela Libertadores

Corinthians inicia decisão pela Libertadores

Tite comanda o Corinthians rumo à conquista inédita

Tite comanda o Corinthians rumo à conquista inédita

Foto: Reginaldo Castro / Agência O Dia

Argentina - O Corinthians está perto de fazer história, mas não apenas com o seu primeiro título da Libertadores, contra o Boca Juniors. A campanha corintiana, se permanecer invicta e sem sofrer mais gols, pode escrever o clube como um dos melhores de todas as edições do torneio e ainda quebrar uma escrita de 33 anos.

Para cravar de vez seu nome, sobretudo com a melhor trajetória em comparação às seis vitoriosas campanhas do Boca, o Corinthians precisa deixar o La Bombonera, em Buenos Aires, às 21h50, no primeiro jogo da final da competição, sem tentos sofridos e, no mínimo, com um empate. Com a eventual conquista invicta, que dependerá também do resultado do Pacaembu, pela partida decisiva, dia 4 de julho, o Timão ‘roubará’ do seu rival argentino não apenas a taça continental. Ficará com o feito de ser o último campeão invicto do torneio.

O Boca ostenta esta condição, conquistada em 1978. Na ocasião, os hermanos entraram na segunda fase do torneio - por terem sido campeões do ano anterior (fazia parte do antigo regulamento) - e conquistaram o título invicto. A diferença é que realizaram apenas seis jogos, com quatro vitórias e dois empates. O Timão fará 14 partidas nesta edição - soma, até aqui, sete triunfos e cinco empates.

E, além de tirar do Boca a última campanha invicta, o Alvinegro ultrapassará os argentinos em outro aspecto: terá a melhor a defesa da história. Em sua caminhada até o título, em 1977, o clube de Buenos Aires levou apenas três gols em 13 partidas, média de 0,23. Caso não sofra gols nos dois jogos finais, o Timão atingirá uma média de 0,21. Taça continental, melhor defesa e último invicto. Três títulos em jogo para o Timão roubar do Boca Juniors.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Carille ressaltou aprendizados com revés do Corinthians para o Vitória

    Carille tira lições de derrota e nega relação entre perdas e período sem jogos

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes