Mais camisas do Corinthians do que do Boca no centro de Buenos Aires

Mais camisas do Corinthians do que do Boca no centro de Buenos Aires

6.8 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Buenos Aires - A chegada de um 'bando' de corintianos para a decisão de desta quarta-feira, às 21h50, entre Corinthians e Bocas Juniors, no estádio La Bombonera, mudou o cenário de Buenos Aires. Ao andar pelas ruas do centro da capital argentina, as camisas alvinegras estão em maior número do que os xeneizes.

A cada esquina é possível ouvir alguém falando português. O motivo da presença é o jogo do Corinthians. Ansiosos, muitos exageram na ingestão de bebidas e bagunçam nas vias públicas. Em um hotel, alguns torcedores começaram a gritas 'vai Corinthians' às 8h da manhã. A resposta veio de imediato, mas de torcedores rivais. 'Galinha preta'. A troca de gritos chegou a causar preocupação nos funcionários do estabelicimento.

Faltando menos de 10 horas para a partida, muitos torcedores ainda estão sem ingresso. Até mesmo líderes da torcida organizada Gaviões da Fiel, que vieram de avião, ainda estão sem o bilhete. Isso porque aguardam a chegada da caravana de ônibus, que vem de São Paulo. O medo é que eles não cheguem a tempo. Um dos veículos chegou a quebrar em Porto Alegre e atrasou a viagem em cinco horas.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Sidcley está no Atlético-PR

    Corinthians negocia a contratação de lateral-esquerdo do Atlético Paranaense

    ver detalhes
  • Fabrício Oya pode deixar o Corinthians de graça nos próximos meses

    Ainda sem definição sobre renovação, joia do Corinthians entra na mira de clubes do exterior

    ver detalhes
  • Matheus Matias falou pela primeira vez como jogador do Corinthians

    Torcida do Corinthians pede, e Matheus se põe à disposição para Dérbi: 'Jogaria tranquilamente'

    ver detalhes
  • Marllon e Matheus vestiram a camisa de jogo do Corinthians pela primeira vez

    Corinthians apresenta dupla de reforços no CT e chega a nove contratações para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes