Emerson Sheik focado 'apenas' no sonho de 35 milhões de corintianos

Emerson Sheik focado 'apenas' no sonho de 35 milhões de corintianos

Buenos Aires, ARG, 28 (AFI) ?' Mais uma vez o atacante Emerson Sheike roubou a cena nos vestiários do Corinthians em La Bombonera, em Buenos Aires, após o importante empate, por 1 a 1, com o Boca Juniors na primeira partida final da Copa Libertadores. Ele lembrou que foi provocado em campo pelos adversários, mas disse que não pode decepcionar os milhões de torcedores corintianos que têm um sonho a realizar.


?Seria pouca inteligência minha deixar que um atleta do Boca Juniors estragar o sonho de 35 milhões de torcedores do Corinthians. O cara lá cuspiu, me xingou, bateu, mas tudo bem. É triste porque fez isso com um companheiro de trabalho. Mas nosso objetivo é bem maior. A competição, o evento é tão grande e maior do que um simples atleta. Mesmo sendo ele do Boca Juniors?, garantiu.

O meia Alex, outro jogador experiente, sabe da relevância da disputa em que se encontra o Corinthians, invicto e ainda atrás do sonho de conquistar o primeiro título da Libertadores.

?É uma história para ser escrita, mas temos que confirmar em campo, para terminar tudo bonito. A receita agora é dormir e descansar ao mesmo tempo. É mais um final de semana de se abdicar para este jogo que será decisivo?, deu a receita.

Boca invicto fora
Sobre a questão de que o Boca ainda não perdeu fora nesta temporada pela Libertadores, Alex acha que tudo é possível acontecer no Pacaembu.

?A atenção a gente vai ter que ter sempre atrás, a consistência defensiva. Mas com o apoio da torcida, a gente vai ter que jogar melhor tecnicamente. Deixar a bola rolar um pouco mais. Lá vamos ter menos espaço, mas precisamos ter paciência, porque o Boca é um time perigoso. A gente sabe que o Boca joga tão bem tanto dentro como fora de casa. A gente tem que se programar bem para fazer um grande jogo lá?.

E Alex acha que o Corinthians também é um time eclético e capaz de atacar e defender:

?A gente tem característica de também pressionar. Mesmo as vezes dando chutão, mas direcionado, a gente diminui um pouco o espaço da bola. Esta marcação a gente fez bem, mas temos que melhorar dentro de casa...porque lá precisamos atacar mais?.

O volante Ralf que jogou com uma proteção na cabeça por ter recebido pontos na cabeça após um choque com Alan Kardec, do Santos, promete manter a concentração total na volta.

?Será outro jogo difícil. Temos que nos Preparar bem. Agora é fazer uma boa viagem e fazer outra boa partida. O time está focado?, garantiu.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    ver detalhes
  • Reinaldo Rueda recebeu oferta do Corinthians após demissão de Oswaldo de Oliveira

    Rueda volta a lamentar não ter vindo para o Corinthians no fim do ano

    ver detalhes
  • Timão estreia na Copa Sul-Americana apenas em abril

    Conmebol divulga premiação de todas as fases da Copa Sul-Americana

    ver detalhes
  • Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho do Atlético-PR, citou o Corinthians para falar da grama sintética

    Veto à grama sintética faz presidente do Atlético-PR criticar cota de TV do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes