Libertadores: Cássio torce para decisão não ir para os pênaltis

Libertadores: Cássio torce para decisão não ir para os pênaltis

301 visualizações 3 comentários Comunicar erro

A possibilidade da edição de 2012 da Libertadores ser decidida na disputa de pênaltis é real, mas Cássio espera que a situação não ocorra na quarta-feira, quando o Corinthians recebe o Boca Juniors, no Estádio do Pacaembu, na segunda partida da final do torneio.


'Prefiro ganhar no jogo, no tempo normal. Nos pênaltis é muito sofrimento', afirmou o goleiro.

Uma vitória nos pênaltis poderia consagrar Cássio entre os corintianos, mas essa possibilidade não empolga o goleiro.

'É difícil pênaltis, pode ser que eu pegue um ou dois e o time não esteja no dia e erre três e acabe perdendo. É complicado não só para os goleiros, mas para o time todo', afirmou Cássio.

Como a primeira partida da final da Libertadores terminou empatada por 1 a 1, uma nova igualdade no tempo normal e na prorrogação, levaria o duelo com o Boca Juniors para os pênaltis. Cássio garante que não pensa na possibilidade.

'Mais em casa, com família, aqui a gente não pensa. Tem 90 minutos e a gente tem totais condições de ganhar o jogo', comentou o goleiro.

Importante na boa campanha do Corinthians da Libertadores, Cássio espera ajudar o time a conquistar o tão sonhado título continental. Para isso, porém, sabe que será essencial ter muita atenção com os principais jogadores do setor ofensivo do Boca Juniors, especialmente o meia Riquelme.

'Santiago Silva é um atacante forte, de área, com bom cabeceio, segura bem a bola e é muito perigoso. Mouche é muito rápido, cai para os lados. Riquelme, sem comentários, nem sei o que falar dele. Um grande jogador, com qualidade grande de passe, a qualquer momento pode deixar um jogador na cara do gol', finalizou Cássio.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Zagueiro é quarta opção para setor que já tem dupla titular consolidada

    Corinthians estuda empréstimo para dar rodagem a Léo Santos; três clubes de olho

    ver detalhes
  • Parque São Jorge foi palco da aprovação do balanço financeiro do Corinthians

    Finanças do Corinthians são aprovadas com explicações sobre déficit de R$ 35 milhões

    ver detalhes
  • Clayson, assim como Felipe Melo, foi punido pelo TJD nesta segunda-feira

    Corinthiano Clayson leva gancho de quatro jogos por confusão com Felipe Melo, do Palmeiras

    ver detalhes
  • Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf, que tocou só bola

    Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes