Cássio: Um monstro em pênaltis

Cássio: Um monstro em pênaltis

Treino do Corinthians. Elton cobra pênalti e Cássio defende. Willian Arão bate outro e o goleiro defende mais uma vez. A capacidade demonstrada pelo arqueiro corintiano nos treinos de penalidades até agora não foi colocada à prova no Timão.

No entanto, ele garante estar preparado para ser o herói caso seus companheiros não consigam resolver o título com a bola rolando.

'Já peguei pênaltis em decisões na base do Grêmio. Já perdi e ganhei, mas ganhei mais do que perdi. Sempre peguei um ou dois pênaltis nas disputas', afirmou o camisa 24.

Foi em uma disputa de pênaltis que Cássio brilhou até agora na sua carreira. Quando jogava no PSV, da Holanda, o goleiro foi titular na final da Copa da Holanda. O título foi decidido na marca da cal e o goleiro brilho. Defendeu duas cobranças e viu o adversário chutar outros dois para fora.

'Fomos campeões e eu não levei nenhum gol nos pênaltis', disse.</CW>
Apesar de ser um especialista em defesas de pênaltis,

Cássio não quer ser o herói do título. Ele prefere que tudo seja resolvido no tempo normal.
'Gostaria de ganhar no tempo normal, evitar os pênaltis. É muito sofrimento. Pode ser que eu pegue um ou dois, e o nosso time pode perder três. Aí, perdemos. É complicado para o goleiro e para o resto do time', destacou Cássio.

Com muita auto-confiança, o goleiro sabe que sua altura e envergadura assustam os batedores e adversários.
'Acho que assustou até a torcida do Boca, que não provocou muito', brincou o goleiro, que aguarda o material preparado pela comissão técnica para analisar os cobradores argentinos.
'Ainda não estudei os batedores. A comissão vai passar vídeos na véspera da partida dos cobradores de pênalti, faltas e bola parada do Boca', concluiu.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes