Contra o Boca, Timão busca independência com título da Libertadores

Contra o Boca, Timão busca independência com título da Libertadores

Dia quatro de julho de 1776. Os Estados Unidos celebram a sua independência do Reino Unido e adicionam América ao seu nome. Duzentos e trinta e seis anos depois da mesma data da simbólica conquista para o cenário mundial, enfim, o Corinthians pode se libertar da maldição da Taça Libertadores e, depois de 102 anos de sua fundação, cravar seu nome no topo da América com a sonhada conquista pelos mais de 30 milhões de Fiéis.

Para fazer da data desta quarta-feira o dia mais importante da história corintiana, assim como é para os americanos com o feriado nacional mais celebrado, o técnico Tite e seus guerreiros travaram uma caminhada árdua até a última batalha, às 21h50, no Pacaembu, contra os argentinos do Boca Juniors.

O caminho do comandante, que pode escrever seu nome como o primeiro a conquistar o título do torneio continental pelo Timão, teve início no fim de 2010 - na sua segunda passagem pelo clube - ,mas se consolidou no início de 2011, com a dolorosa queda na Pré- Libertadores para o TolimaCOL. No fim do ano, a bonança com o título Brasileiro.

'Faltam agora 90 minutos para a consagração de um trabalho', crava o técnico, que soma um retrospecto animador: nunca perdeu para clubes argentinos na sua carreira. Melhor ainda: seu aproveitamento chega a incríveis 62,79% no Timão.

'Mas não tem nada ganho. É preciso muito cuidado. Números não provam nada', emenda o treinador.

Toda cautela de Tite tem motivos. Apesar de jogar diante de mais de 35 mil corintianos, o clube precisa vencer para sagrar-se campeão, já que o primeiro jogo da decisão foi 1 a 1, no La Bombonera, na última quarta-feira, em Buenos Aires, na Argentina. E se o Timão não perdeu nesta Libertadores no Pacaembu, o Boca também não sabe o que é derrota fora de casa neste torneio.

A indepêndencia dos fiéis corintianos da cruz de não terem conquistado a Libertadores nunca ficou tão perto de ser atingida. O sonho está a um jogo de ser realizado. A conquista da América pelos alvinegros chega à sua luta mais decisiva para escrita de sua história.
 

Reportagem de André Pires e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes