Herói do título, Emerson detona o Flu: 'Fui desprezado, mas hoje sou campeão'

Herói do título, Emerson detona o Flu: 'Fui desprezado, mas hoje sou campeão'

Sheik marcou os dois gols do Timão na final

Sheik marcou os dois gols do Timão na final

Foto: Rafael Neddermeyer / Agência O Dia

O atacante Emerson foi herói nas Laranjeiras em 2010 ao marcar o gol do título do Campeonato Brasileiro pelo Fluminense. Poucos meses depois, porém, teve seu contrato rescindido pela diretoria por 'ausência em treino, atrasos, comportamento inadequado em viagem e em reuniões' - além de cantar uma música da torcida organizada no Flamengo na concentração. Nesta quarta, após dar ao Corinthians o título da Libertadores sobre o Boca Juniors, da Argentina, o Sheik desabafou e detonou o ex-clube.

'Há um ano me tiraram de um lugar me acusando de coisas absurdas, que eu não fiz, e hoje está aí a prova de que sou um bom profissional e tem muita gente que gosta de mim. Vocês (Fluminense) me desprezaram e erraram comigo, mas hoje eu sou campeão da Libertadores!', ironizou o atacante, que fez os dois gols da vitória alvinegra sobre o Boca. Ele saiu de campo ovacionado pela torcida corintiana.

Emerson também confirmou a fama de jogador decisivo. Antes da conquista da Libertadores, ele foi tricampeão do Campeonato Brasileiro por três equipes diferentes: Flamengo (2009), Fluminense (2010) e o próprio Corinthians, em 2011.

'Eu gosto dessas partidas, tenho certeza de que a galera que acompanhou a minha história sabe o quanto é importante essa conquista. Eu juro que não vou chorar, pois estou alegre', disse o camisa 11, que agora é uma das principais esperanças do Corinthians para tentar a conquista do Mundial de clubes da Fifa em dezembro, no Japão. O adversário em uma possível final deve ser o Chelsea, da Inglaterra.
 

As informações são do repórter Francisco De Laurentiis, do IG

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes