Libertadores: Em meio à festa da torcida, Corinthians lança camisetas

Libertadores: Em meio à festa da torcida, Corinthians lança camisetas

Novo lançamento do Corinthians. F: Divulgação

Novo lançamento do Corinthians. F: Divulgação

Mais de 35 mil corintianos no Pacaembu. Outros 30 mil no Anhembi. Milhões pelas casas, bares, restaurantes de São Paulo. Outros milhões espalhados por todo o Brasil e pelo mundo. A festa de um título que estava entalado na garganta não poderia ser menor depois da vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, nesta quarta-feira à noite, no Pacaembu, e da primeira conquista do Corinthians na Libertadores.


O sentimento corintiano é de alívio. Depois de anos de piadas, acabou a sina de ser o único dos grandes paulistas que nunca havia sido campeão da Libertadores. O discurso 'anticorintiano' (termo que ganhou as redes sociais nesta quarta-feira) de que o Corinthians não tem história internacional também foi eternamente calado. Por isso uma festa tão grande, que toma as ruas de São Paulo e de boa parte das cidades do País.

No Pacaembu, lotação máxima. E foi assim também em tantos bares, em tantos telões, como no colocado no Anhembi, na zona norte de São Paulo, onde estiveram 30 mil corintianos. Festas também nas quadras das torcidas organizadas e até na obra do Itaquerão, onde os trabalhadores pararam a construção da futura arena e assistiram ao jogo histórico.

Seja no primeiro ou no segundo gol de Emerson ou no apito final do árbitro, o corintiano não sabia para onde correr para comemorar, o que gritar. Havia muita coisa para falar, muitos nós para tirar da garganta.

E a diretoria aproveitou este momento para já lançar, para pré-venda na internet, as camisetas comemorativas. Numa dela vê-se a expressão: 'Contra tudo e contra todos', ao lado da América pintada de preto e branco.

Em outra, o grito sai em forma de 'Libertados', numa clara referência ao título inédito e o ao fim das brincadeiras dos rivais. A camiseta é reforçada pela frase 'Nosso maior título é a Fiel'.

Em provocação ao Boca Juniors, uma mão pedindo silêncio e a expressão 'Cala Boca' ilustram uma terceira camiseta. Outra tem o escudo do Corinthians no peito e o autógrafo, em dourado, de todos os campeões da Libertadores.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Líder do Brasileirão, Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1 neste domingo

    Com tropeço do Grêmio, Corinthians vê rivais se aproximarem na tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes