Lula pede para diretoria não desmontar time do Corinthians

Lula pede para diretoria não desmontar time do Corinthians

Em vídeo divulgado nesta tarde pelo Instituto Lula, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comemora o título de campeão da Copa Libertadores pelo Corinthians e pede que a diretoria impeça o desmanche da equipe.


'O conselho para a diretoria do Corinthians é não desmontar o time, porque se desmontar o time a gente pode ter uma frustração no final do ano, quando formos ao Japão disputar o título mundial', disse o ex-presidente, destacando que pretende acompanhar essa disputa em dezembro.

Aos torcedores, Lula recomendou que permaneçam 'militantes'. 'Ser corintiano não é ser torcedor, que vai no estádio quando o time está ganhando. Ser corintiano é ser militante, 24 horas por dia, 365 dias por ano, ou seja, uma vida inteira. É como se você estivesse defendendo uma causa', definiu.

Em pouco mais de dois minutos de vídeo, Lula destacou que o time chegou ao título invicto e 'com muita competência'. 'A grande vitória foi em Buenos Aires, no empate de 1 a 1 (com o Boca Juniors)', avaliou.

No final, Lula cumprimentou a diretoria e, em especial, o técnico Tite que, em sua opinião, foi perseverante, 'soube ter paciência e ganhou a confiança dos jogadores'.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Carille pode sofrer desfalques por suspensão na final do estadual

    Com quase um time inteiro pendurado, Carille descarta poupar jogadores na primeira decisão

    ver detalhes
  • Sócios do Fiel Torcedores podem garantir ingressos para jogos do Brasileirão deste ano, na Arena

    Com ingressos a R$ 21, Corinthians lança pacote para o Brasileirão; veja valores

    ver detalhes
  • Torcedor é retirado após insistir em ficar em pé no Setor Oeste

    Vídeo de torcedor sendo retirado pela PM por estar em pé na Arena divide opinião da Fiel; assista

    ver detalhes
  • Fagner em partida contra o São Paulo, pelo Paulistão

    TJD-SP volta atrás sobre julgamento de Fagner, que pode desfalcar Corinthians em decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes