Timão aumenta carga para tentar contratar Pato

Timão aumenta carga para tentar contratar Pato

A diretoria do Corinthians aumentou a carga para ter Alexandre Pato e usa agora dois trunfos para repatriá-lo por empréstimo até o meio do ano que vem. Para convencer o atacante a trocar o Milan pelo Brasil, o primeiro é o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, - esta operação começou quarta, quando ele viu o jogo no Pacaembu. A outra é a engenharia da negociação: o Timão oferecerá ao clube italiano a preferência na compra de Paulinho depois da disputa do torneio no Japão.

E nem mesmo a convocação do jogador para a seleção brasileira que disputará a Olimpíada freou a tentativa corintiana. Antes do anúncio da lista de Mano Menezes, os dirigentes alvinegros acreditavam que, caso não fosse chamado, Pato teria mais um argumento para convencer os cartolas do Milan a aceitarem a oferta. O atacante alegaria que sua transferência, sobretudo por disputar o Mundial da Fifa no fim do ano, o ajudaria a ficar mais perto de seu sonho de jogar a Copa do Mundo de 2014.

Como o jogador não terá mais esta articulação para usar com os cartolas italianos, a diretoria do Timão pensou em uma oferta ao Milan. Além de um montante em dinheiro pelo empréstimo até o meio de 2013, o Corinthians oferecerá a uma facilitação na venda dos direitos econômicos de Paulinho após a disputa do Mundial. O clube rossonero demonstra interesse em contratar o camisa 8 do Timão desde o fim do ano passado. O assunto é tratado a sete chaves para não expor a negociação.

Pelo grande número de clubes interessados e também pela vontade de Paulinho, a saída do volante, após o fim do ano, é dada como certa para os dirigentes alvinegros, que estão em fase final da compra de maior parte dos direitos do jogador. O clube, no momento, detém apenas 10% dos direitos do volante, enquanto o Banco BMG e Grupo Pão de Açúcar somam 45%. Com a compra de mais direitos ecônomicos, o Timão oferece a facilitação ao Milan no futuro.

Timão sabe da dificuldade, mas crê em vontade do jogador

A diretoria corintiana sabe que o tempo é pequeno para conseguir fazer a ‘operação Pato’ ter sucesso, já que a janela de transferências de jogadores do exterior termina no próximo dia 20. Mas a vontade do atleta de atuar pelo Timão - demonstrada pelo atacante depois que viu a final da Libertadores, na última quarta-feira - motiva os cartolas a tentarem mais uma vez o negócio, ciente de que terão muita dificuldade para terem sucesso.

'Nós sabemos que é difícil, quase impossível, ainda mais depois que o Milan já recusou tantas ofertas milionárias pelo Pato', disse o diretor adjunto de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves.

'Mas, dependendo do caso, a gente sabe que a vontade do jogador pode contar muito. E se o Milan aceitasse negociá-lo por empréstimo, a gente quer muito ele', emendou o dirigente, cauteloso para falar sobre o tema para não gerar mais entusiasmo na torcida alvinegra.

'Mas, pela grandeza do Corinthians, nós estamos sempre atrás de jogadores da qualidade do Pato. Queremos e tentaremos trazer um jogador desse nível. Isso faremos', disse Duílio.

Pato chegou a dizer para pessoas próximas que tem muita vontade de defender o Timão no futuro, pela torcida e pela grande visibilidade.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes