Crise no Hamburgo pode facilitar chegada de centroavante ao Timão

Crise no Hamburgo pode facilitar chegada de centroavante ao Timão

Paolo Guerrero pode vir jogar no Corinthians

Paolo Guerrero pode vir jogar no Corinthians

A conturbada situação financeira e as recentes mudanças internas no Hamburgo (ALE) podem ajudar o Corinthians na negociação com o centroavante Paolo Guerrero. O peruano é um dos alvos da diretoria para reforçar o ataque no segundo semestre.

Apesar da multa rescisória do jogador estar avaliada em R$ 13 milhões, o clube alemão aceita negociar por menos, para amenizar os gastos da próxima temporada. Aliás, a aposta corintiana é que, tanto a contratação quanto o salário, não sejam fora da realidade do Timão.

A reestruturação do Hamburgo (ALE) começou em março, quando a diretoria anunciou a chegada do dinamarquês Frank Arnesen para assumir a função de diretor esportivo. O dirigente ganhou notoriedade no futebol nas categorias de base do Chelsea (ING), entre 2005 e 2011.

Com a chegada de Arnesen, a equipe alemã tem investido em jogadores mais jovens. Recentemente, o clube fechou as contratações do letão Artjoms Rudnevs (24), ex-Lech Poznan (POL), e do holandês Jeffrey Bruma (20), ex-Chelsea (ING).

Além de Paolo Guerreto, de 28 anos, outros atletas mais experientes estão de saída do Hamburgo (ALE). O atacante croata Mladen Petric (31), por exemplo, acertou com o Fulham (ING). Com isso, a folha salarial será reduzida.

Mas o Corinthians não vai ter vida fácil na tentativa de fechar com o centroavante peruano. Rubin Kazan (RUS), Zenit (RUS), Valencia (ESP) e Trabzonspor (TUR) também têm interesse na aquisição do jogador, cujo contrato com o Hamburgo (ALE) é válido até o fim de 2014.

Fonte: Lance

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes