Atacante peruano quer a camisa 9 e disse ter conhecido a torcida corinthiana

Atacante peruano quer a camisa 9 e disse ter conhecido a torcida corinthiana

Guerrero já treinou com a camisa do Corinthians

Guerrero já treinou com a camisa do Corinthians

O atacante Paolo Guerrero chegou ao Corinthians com a fama de rebelde. Ele coleciona suspensões por jogadas violentas durante passagem pelo futebol alemão. Apresentado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, o jogador peruano se diz um novo “louco”, mas avisa que está mais tranquilo e maduro.

Contratado para a disputa do Mundial de Clubes, no Japão, em dezembro, Guerrero terá de enfrentar o medo de avião. Time popular do Peru, o Alianza Lima teve seu elenco vitimado por desastre aéreo em 1987. O tio dele estava no avião e faleceu.

“Tive problema estomacal uma vez quando. Teve também o desastre do Alianza Lima [clube peruano]. Mas não será problema”, declarou o atleta, que fechou acordo por três anos.

Fã de Ronaldo, Guerrero diz ser um jogador lutador, destacando que já se envolveu em polêmicas justamente pela intensidade em campo. Mas afirma estar mais calmo.

“Creio que serei um novo louco. Sou um lutador em campo, me sinto contente estar no Corinthians. Quero dar alegria à torcida. Aprendi muito com os erros, mas estou mais maduro”.

Fonte: Esporte UOL

Veja Mais:

  • Centroavante Jô, 'Rei dos Clássicos', voltou a deixar o dele neste domingo

    Corinthians despacha São Paulo e vai à final do Paulistão contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Jô foi eleito o melhor em campo no clássico deste domingo

    Jô, Pablo e Jadson brigam pela melhor avaliação nas notas da torcida

    ver detalhes
  • Sem ser relacionado há seis partidas no Timão, Guilherme tem acerto encaminhado com o Atlético-PR

    Presidente confirma: Corinthians encaminha empréstimo do meia Guilherme

    ver detalhes
  • Carille tem oito titulares pendurados para primeira final contra a Ponte

    Oito dos dez titulares de linha do Corinthians entram pendurados na decisão do Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes