Tite quer 'esquecer' o Mundial para chegar bem ao Japão

Tite quer 'esquecer' o Mundial para chegar bem ao Japão

Nem cogite perguntar a Tite se o foco do Corinthians precisa ser alterado para a preparação para a disputa do Mundial do Clubes, dezembro, no Japão, já que o clube está a 16 pontos de diferença do líder do Campeonato Brasileiro - Atlético-MG. A ideia não passa de forma alguma pelo pensamento do treinador corintiano, e se for idealizada por algum jogador ou membro do Timão, é melhor mudar o pesamento rapidamente.

Foto: Alan Morici / Agência O Dia

'Se o cara estiver se motivando para o Mundial, pode largar porque não vai chegar preparado lá. Se o técnico estiver pensando nisso, pode trocar. Se qualquer um do clube estiver pensando nisso, tem que trocar. Para chegar bem lá (no Mundial de Clubes), tem de pensar no dia a dia. Temos de nos recuperar. Olhar o que erramos e acertamos', opinou o treinador corintiano, que promete não largar a disputa do Brasileirão até o fim da competição.

De acordo com Tite, a melhor forma de preparação para a disputa do Mundial no Japão é o foco e o trabalho em alto rendimento na disputa do torneio nacional. Portanto, nada servirá de desculpa caso o Alvinegro não conquiste uma posição adequada, na visão do treinador, dentro do torneio nacional. Contudo, o comandante sabe que a retomada de padrão no Brasileirão, pós-conquista da Taça Libertadores, será complicada por um aspecto: a reformulação do elenco, pelas perdas e chegadas de atletas ao clube.

>>>FOTOGALERIA: Fluzão derruba a Ponte
>>>FOTOGALERIA: Grêmio estraga a festa do Botafogo para Seedorf
>>>FOTOGALERIA: Obina brilha na vitória do Palmeiras
>>>FOTOGALERIA: Cruzeiro derrota o Fla de Joel
>>>FOTOGALERIA: Timão só empata com a Lusa
>>>FOTOGALERIA: Vasco despacha o Santos

'A confiança é retomada no reajuste. Todos já estavam entrando na equipe, Douglas estava entrando mais, o Edenilson também, o Weldinho...Não é remontagem, mas é reajustar. Não vai brigar pelo título porque ganhou por 3 a 0 (do Flamengo) e nem ficar mal porque empatou com a Portuguesa. É da reestruturação da equipe', admitiu.

No processo de adequação à nova reformulação do elenco, o treinador corintiano destaca, neste ínicio, mais do que vencer, a importância do time voltar a atuar com o mesmo o padrão tático apresentado na disputa da vitoriosa campanha da Taça Libertadores. 'O padrão e o trabalho fazem as vitórias chegarem naturalmente.'

No planejameno da comissão técnica para os próximos três jogos no Brasileirão (Cruzeiro, Bahia e Vasco), a projeção é de somar, no mínimo, seis pontos para, assim, atingir mais tranquilidade no torneio.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes