Artilheiro, Danilo vê Brasileiro como 'preparação' para o Mundial

Artilheiro, Danilo vê Brasileiro como 'preparação' para o Mundial

Foram necessários dois anos roendo o osso para Danilo virar peça inquestionável no time do Corinthians. Antes lento e muito criticado pela torcida, o camisa 20 virou xodó da Fiel e artilheiro do time na temporada. Com golaços de primeira, o meia deixou de ser apenas o garçom para ser o matador do Timão. Tudo graças a muito treino desde as categorias de base, no Goiás. Alto, ele é a referência do time na bola aérea. Canhoto, sabe jogar tanto na ponta direita como na esquerda. Sem contar a capacidade de atuar centralizado, como organizador da equipe. Atualmente, seus chutes de fora da área são armas mortais.

'É um ponto forte que sempre tive na minha carreira. Eu vinha fazendo poucos (gols) assim pelo Corinthians. É um coisa que treino e preciso explorar nos jogos', afirmou Danilo em entrevista ao MARCA BRASIL.

A mudança na participação do meia é tão grande que os números falam por si só. Contratado em 2010, Danilo marcou em duas temporadas apenas sete gols pelo clube. Este ano já foram 10 bolas na rede. Quatro deles na Libertadores, quatro no Brasileiro e dois no Paulistão. Números que o fazem o artilheiro do time no ano.

'É bom, mas não é o meu objetivo ser o artilheiro. Minha intenção é ajudar a equipe e ela continuar vencendo', ressaltou o camisa 20, que não gosta de traçar metas de gols para a temporada. 'Não faço este tipo de meta. O meu objetivo é terminar bem o campeonato e o Corinthians entre os primeiros', completou o meia.

Destaque nos jogos decisivos da Libertadores e clássicos, Danilo não consegue escolher o gol mais bonito ou o mais importante no ano. E olha que tem gol da classificação contra o Santos, na semifinal da Libertadores.

'É difícil escolher, pois todo gol é bonito e decisivo na partida. Claro que aqueles marcados em clássicos ou decisões chamam mais a atenção. Mas gosto de todos', enfatizou.

Experiente, o jogador continua com os pés no chão. Não quer saber de farra ou de se acomodar com a conquista da América. Campeão da Libertadores pela segunda vez, já que havia vencido o torneio pelo São Paulo em 2005, Danilo tem conhecimento de causa sobre a preparação para o Mundial de Clubes, em dezembro.

Assim como o técnico Tite, que afirmou que os jogadores não podem começar a pensar no torneio do fim do ano agora, o meia pede foco total na competição atual para manter a confiança e o embalo.

'Temos que pensar no Brasileiro, o Mundial está lá na frente apenas. Tem que procurar jogar do mesmo jeito de sempre e embalar durante o Brasileiro, temos que conseguir uma boa posição Se ficar pensando lá na frente, vamos nos complicar', analisou o meia.

Mesmo com toda sua importância comprovada nos últimos jogos e na confiança de Tite, Danilo ainda não tem uma definição sobre seu futuro no clube. Com contrato até dezembro deste ano, o jogador não foi procurado pela diretoria para conversar sobre uma renovação de vínculo.

Com sondagem de outros clubes, o jogador pediu para seu empresário sequer ouvir as propostas para jogar o Mundial pelo Corinthians. Depois do torneio, ele vai sentar para falar sobre seu futuro.

Reportagem de André Pires e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Carille ressaltou aprendizados com revés do Corinthians para o Vitória

    Carille tira lições de derrota e nega relação entre perdas e período sem jogos

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes