Corinthians aposta na volta de Danilo

Corinthians aposta na volta de Danilo

O Corinthians se orgulha do esquema solidário e da ausência de uma estrela, o jogador "diferente". Mas o discurso bonito não é tão real assim e Danilo, na temporada, é, sim, o "cara". Artilheiro no ano com 10 gols, intocável de Tite, ele é o termômetro da equipe. Se vai bem, o resultado sai. Se ele falha, é tropeço. Hoje, no Pacaembu, diante do Cruzeiro, o meia volta após ser poupado no empate por 1 a 1 com a Portuguesa.

Voltar a vencer no Brasileiro se faz necessário para evitar que o fantasma das últimas colocações volte a assombrar. Desde a conquista da Libertadores, a cada rodada o time sobe um degrau. E, se vencer, pode até vir a figurar entre os 10 melhores. Este é o caminho traçado por Tite.

Para isso, conta com boa apresentação de Danilo, que já fez 4 gols no Nacional e, de seus 10 na temporada, nove foram no palco do jogo. Apelidado carinhosamente de "Mister Pacaembu", ele agora terá uma função exclusiva e um pouco diferente das últimas rodadas: a de colocar os atacantes na cara do gol.

Com a ausência de Douglas, suspenso, e a venda de Alex, hoje Danilo será o único armador na equipe, com três atacantes para servir: Emerson, Romarinho e Jorge Henrique.

E pode até ganhar um outro homem-gol para a função de garçom já que o peruano Paolo Guerrero vai ficar no banco e pode entrar na etapa final.

Danilo não pensa em ser goleador, apesar de ser o artilheiro da equipe no ano. Foram apenas dois gols no Paulista, mas na Libertadores só foi superado na final, com os dois de Emerson (fez 5 diante de 4 do meia) e também é o mais efetivo no Nacional, com outros quatro.

Sem esconder que sua maior vontade é a de sempre estar "ajudando o Corinthians", o meia já tem seu nome entre os mais cantados pela torcida e basta estar em campo para a esperança de vitórias aumentar.

E Tite fica feliz. Mas sem exageros. "Comemoro estar com todos à disposição. Qual virtude dele (Danilo)? Da presença de aérea, ofensivamente e também defensivamente, da qualidade do passe, da assistência muito importante. Ele executa a função de armação agora, mas isso não assegura que será o grande nome do jogo. Mas é importante estar com Danilo, com Alessandro também. E queria estar com o Weldinho", diz o técnico.

Danilo e Alessandro voltam ao time após o descanso diante da Portuguesa. Jorge Henrique será titular pela primeira vez depois da Libertadores e Paulinho e Chicão, que não treinaram na segunda-feira por dores musculares, estão confirmados.

Atenção. Tite sabe que não pode pegar pesado com jogadores, mas também não vai amolecer com sua equipe. O treinador quer todos ligados no Campeonato Brasileiro, independentemente da posição em que a equipe ocupa e na qual acabará.

"Para mim, Mundial só entra em pauta faltando sete ou oito rodadas, quando se determina quem é que vai disputar o título. Demos uma respirada, mas a competição vai mostrar quem vai brigar quando virar o turno e até lá quero estar entre os 10 primeiros", afirmou o técnico.

Esperança. O Cruzeiro tem esperança de confirmar a recuperação no Brasileiro. A única ausência confirmada é a do volante Charles, suspenso. O atacante Borges ainda é dúvida. Mas o técnico Celso Roth tem esperança de contar com o atacante...

Fonte: Estadão.com

Veja Mais:

  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes
  • Kazim terá nova oportunidade como titular diante do Palmeiras

    Em treino aberto na Arena, Carille define novo Corinthians para clássico

    ver detalhes
  • Carille terá onze suplentes à disposição no clássico

    Jadson fica fora do Dérbi; veja lista de relacionados do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes