Tite usa derrotas de São Paulo e Palmeiras para valorizar Bahia

Tite usa derrotas de São Paulo e Palmeiras para valorizar Bahia

'Melhor time da América', como destacou o técnico do Bahia, Caio Júnior, o Corinthians vai a Salvador escaldado pela derrota do Palmeiras para a equipe tricolor, na quinta-feira. O tropeço do rival como mandante foi usado de exemplo por Tite antes do duelo no Pituaçu.

'Logo depois do jogo de quarta-feira, perguntaram sobre como seria jogar contra o último colocado da tabela. Tinha o exemplo do São Paulo diante do Atlético-GO. Respondi que a rodada nem havia acabado ainda. Agora o Bahia está fora da zona de rebaixamento e venceu o Palmeiras', disse o treinador.

O revés do Palmeiras para o Bahia foi em Barueri. Embora tenha jogado melhor, o time comandado por Luiz Felipe Scolari acabou derrotado por 2 a 0, com atuação decisiva dos ex-corintianos Souza (autor dos dois gols) e Lulinha (o atacante, que ainda é vinculado ao clube do Parque São Jorge, sofreu o pênalti que originou o primeiro gol).

Para atestar o argumento de que a colocação não tabela não necessariamente traduz a dificuldade de uma partida, Tite lembrou dois dos últimos jogos do Corinthians no Pacaembu. 'Tivemos mais dificuldade de vencer o Náutico - não estou dizendo de exigência técnica - do que para vencer o Cruzeiro', justificou.Tite sabe que é fundamental voltar de Salvador com no mínimo um ponto para dar seguimento à ascensão corintiana na tabela. Até porque, uma semana depois, tem outro compromisso como visitante, e diante de um adversário ainda mais qualificado: o Vasco, no Rio de Janeiro.

A semana livre de jogos servirá para recuperar o grupo, que sentiu o desgaste por ter que atuar no meio e no fim de semana, diferentemente de quando priorizava a Copa Libertadores. Diante do Bahia, por sinal, o Corinthians não terá Chicão, que apresentou edema muscular na coxa esquerda e foi vetado pelo departamento médico.'Melhor time da América', como destacou o técnico do Bahia, Caio Júnior, o Corinthians vai a Salvador escaldado pela derrota do Palmeiras para a equipe tricolor, na quinta-feira. O tropeço do rival como mandante foi usado de exemplo por Tite antes do duelo no Pituaçu.

'Logo depois do jogo de quarta-feira, perguntaram sobre como seria jogar contra o último colocado da tabela. Tinha o exemplo do São Paulo diante do Atlético-GO. Respondi que a rodada nem havia acabado ainda. Agora o Bahia está fora da zona de rebaixamento e venceu o Palmeiras', disse o treinador.

O revés do Palmeiras para o Bahia foi em Barueri. Embora tenha jogado melhor, o time comandado por Luiz Felipe Scolari acabou derrotado por 2 a 0, com atuação decisiva dos ex-corintianos Souza (autor dos dois gols) e Lulinha (o atacante, que ainda é vinculado ao clube do Parque São Jorge, sofreu o pênalti que originou o primeiro gol).

Para atestar o argumento de que a colocação não tabela não necessariamente traduz a dificuldade de uma partida, Tite lembrou dois dos últimos jogos do Corinthians no Pacaembu. 'Tivemos mais dificuldade de vencer o Náutico - não estou dizendo de exigência técnica - do que para vencer o Cruzeiro', justificou.Tite sabe que é fundamental voltar de Salvador com no mínimo um ponto para dar seguimento à ascensão corintiana na tabela. Até porque, uma semana depois, tem outro compromisso como visitante, e diante de um adversário ainda mais qualificado: o Vasco, no Rio de Janeiro.

A semana livre de jogos servirá para recuperar o grupo, que sentiu o desgaste por ter que atuar no meio e no fim de semana, diferentemente de quando priorizava a Copa Libertadores. Diante do Bahia, por sinal, o Corinthians não terá Chicão, que apresentou edema muscular na coxa esquerda e foi vetado pelo departamento médico.

Fonte: Veja

Veja Mais:

  • Pedrinho, à direita, está na mira de Barcelona, Atlético de Madrid e Chelsea

    Trio europeu monitora Pedrinho; agente aposta em multa de R$ 68 mi para mantê-lo no Corinthians

    ver detalhes
  • Del'Amore é um dos destaques do Corinthians na Copinha-2017

    Zagueiro do Corinthians com ascendência italiana é sondado pela Lazio

    ver detalhes
  • Caixa pode seguir no uniforme do Corinthians para 2018

    Corinthians inicia conversas com Caixa por renovação do patrocínio master

    ver detalhes
  • Walter, em fase final de recuperação. Cássio iniciou a temporada como titular

    Walter recebe visita de médico para voltar a treinar com bola no CT do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes