Plano de SP para Copa privilegia transporte público

Plano de SP para Copa privilegia transporte público

O Plano de Mobilidade de São Paulo para a Copa do Mundo de 2014, que será divulgado em outubro deste ano, prevê que 80% dos deslocamentos de espectadores para os jogos do torneio seja feito por transporte público, segundo informações obtidas com exclusividade pela Agência Estado.

A região da Arena Corinthians, onde será realizado o jogo de abertura do Mundial, não deverá ter incentivos para a construção de estacionamentos. "O torcedor não será incentivado a ir de carro. Não haverá estacionamentos na região, somente carros credenciados poderão ir ao estádio", afirmou a coordenadora executiva do Comitê Paulista da Copa, Raquel Verdanacci.

Ela ressaltou que as redes do metrô e da CPTM que atendem a região da arena corinthians, na zona leste de São Paulo, são suficientes para a demanda determinada pela Fifa para o Mundial. "As condições mínimas determinadas pela federação, que é a de ter um sistema de transporte que leve ao menos 50 mil passageiros por hora em um sentido, já estão atingidas com o metrô e a CPTM, que atingem a marca de cerca de 100 mil passageiros por hora no sentido", contou Raquel Verdanacci.

Assim mesmo, a coordenadora revelou que estão sendo feitos testes para garantir que não haverá sobrecarga do sistema em dias de jogos, além de melhoras nas instalações das linhas. Ela citou três áreas onde serão feitas intervenções nos transportes públicos: "aquisição de novos trens, sinalização e reforma das estações".

Raquel Verdanacci contou, no entanto, que essas melhoras já eram planejadas desde antes da escolha do Brasil para a Copa. "Senão não haveria tempo hábil (para as reformas)", justificou. A melhora na sinalização visa reduzir o tempo de espera entre trens e a reforma das estações busca dar mais comodidade aos usuários, destacou ela.

Atraso - Apesar de ainda não terem engrenado, as obras viárias no entorno da arena corinthians, que preveem nova faixa de tráfego na Avenida José Pinheiro Borges e dois viadutos entre Itaquera e Guaianases, além de ligações por túneis e canalização de córrego e outros, não estão atrasadas, defendeu Raquel Verdanacci. "Não vejo atrasos nas obras viárias ao redor da arena corinthians", disse. Segundo ela, as obras em execução nas imediações do estádio estão dentro do prazo. "A previsão de conclusão dessas obras é entre abril e maio de 2014. Não há atraso."

Fonte: revista exame

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes