Corinthians se preocupa em lapidar o diamante Romarinho

Corinthians se preocupa em lapidar o diamante Romarinho

Corinthians tem cuidado para preservar Romarinho

Corinthians tem cuidado para preservar Romarinho

Foto: Luiz Fernando Menezes / Agência O Dia

Um começo arrasador. Em quatro jogos, três gols, sendo dois no clássico com o Palmeiras e um sobre o Boca Juniors, na final da Libertadores, em plena Bombonera. Romarinho era o cara. Mas sua decolagem com a camisa do Corinthians não se consolidou nas oportunidades como titular. Após chegar ao topo, o camisa 31 fez sete jogos e não balançou mais as redes. O que para o torcedor pode parecer uma queda, é vista com naturalidade pela comissão técnica, que se preocupa mais com a lapidação do seu diamante.

'Ele vive dois processos de adaptação. Primeiro, o fato de sair de um clube menor e jogar pelo Corinthians. O segundo processo é se adaptar ao esquema tático do time. Aqui ele joga mais aberto, sem tanta liberdade', explica Cleber Xavier, auxiliar técnico do Corinthians, em conversa com o MARCA BRASIL.

Os números de Romarinho demonstram essa mudança. Logo que chegou, o aproveitamento foi impressionante. Quatro finalizações certas e três gols, mas pouca participação no resto do jogo. Ao entrar no ritmo, seus números de desarmes e faltas cometidas subiram. A participação na marcação, que muitos colocam como responsável pela falta de gols, é vista como um adicional.

'É errado fazer essa ligação. O Danilo desarma bastante e chega para fazer os gols. O Romarinho está vivendo o mesmo que o Willian quando chegou. Está se adaptando ao estilo da equipe jogar e ficando mais completo', analisa Xavier.

Na visão da comissão técnica, os gols logo em sua chegada despertaram a atenção dos adversários, que passaram a marcá-lo mais.

'Sentimos isso, temos comentado com o time todo. Os adversários perceberam que precisam marcar o Corinthians fortemente, incluindo ele, se quiserem vencer', enfatizou.

Por conta de tudo isso, Romarinho é visto com muito cuidado no clube. Ninguém quer que ele fique marcado só pelo gol da Libertadores. Amadurecer o garoto, de olho no Mundial, é o ponto principal durante o Brasileirão. Prova disso é que, depois de sete jogos como titular, Romarinho voltará para o banco. Emerson retorna, Guerrero ganha espaço e Martínez fica à disposição. A realidade é que Romarinho chegou para o futuro, mas já ajudou no presente.
 

Reportagem de André Pires e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Craque do futsal do Corinthians, Leandro Lino deve jogar pelo Sorocaba em 2017

    Quatro campeões do Corinthians recebem proposta do Sorocaba e devem 'virar casaca' em 2017

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes