Guerrero quer dispensa da seleção do Peru para poder enfrentar o Inter no Corinthians

Guerrero quer dispensa da seleção do Peru para poder enfrentar o Inter no Corinthians

5.7 mil visualizações 29 comentários Comunicar erro

Guerrero prefere jogar no Corinthians do que na seleção do Peru

Guerrero prefere jogar no Corinthians do que na seleção do Peru

Empolgado com a possibilidade de poder engatar a sua primeira boa sequência de jogos com a camisa do Corinthians, o atacante Paolo Guerrero revelou nesta quarta-feira, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, que gostaria de ser liberado pela seleção peruana após ter sido convocado para defender o seu país em amistoso diante da Costa Rica, no próximo dia 15 de agosto, em San José, casa dos porto-riquenhos.


Caso não seja desconvocado, o recém-contratado atleta peruano deverá desfalcar o Corinthians no duelo do dia 16, contra o Internacional, às 21 horas, no Pacaembu, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O meia Ramírez, outro jogador do Peru do elenco corintiano, também foi chamado pelo técnico Sergio Markarian para este confronto da seleção.

'Faremos uma partida importante contra o Internacional, espero que o treinador do Peru e o do Corinthians entrem em acordo', afirmou Guerrero, que acredita na possibilidade de a diretoria do clube paulista pedir a sua dispensa da seleção peruana, apesar do fato de que ele hoje é reserva da equipe. O atleta, porém, deixa claro que não irá se indispor com os peruanos caso Markarian faça questão da sua presença no amistoso diante de Costa Rica.

'Espero que o Corinthians entre em acordo com a Federação Peruana (de Futebol) para poder estar com a equipe. Espero que a decisão seja boa para as duas partes e não tenha problemas', completou.

Até agora, Guerrero atuou por sete minutos em sua estreia com a camisa corintiana, na vitória por 2 a 0 diante do Cruzeiro, no Pacaembu, antes de jogar por mais de meio tempo no empate por 0 a 0 com o Bahia, no último domingo, em Salvador. E ele acredita que em breve estará brigando para iniciar as partidas desde o seu início. Nesta quarta, ele iniciou treino tático dirigido por Tite entre os reservas, mas depois foi testado no lugar de Romarinho e em seguida no de Jorge Henrique no ataque titular.

'Já tenho condição de jogar (como titular), venho trabalhando bem no campo, o professor Tite me deu cinco minutos em campo contra o Cruzeiro, e em Salvador mais 30, e pouco a pouco estou ficando muito melhor. Os companheiros me passaram confiança e espero o mais breve possível jogar como titular e colher frutos com a equipe', projetou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Clayson é arma do Corinthians para surpreender no Moisés Lucarelli

    Com novo esquema e Jadson no banco, Corinthians visita Red Bull por redenção antes de Dérbi

    ver detalhes
  • Tome nota de tudo o que vai rolar na semana corinthiana

    De League of Legends a Dérbi: confira a agenda do Corinthians para a semana

    ver detalhes
  • Revelação de 2017, Pedrinho reforça Corinthians diante do Red Bull Brasil

    Com Pedrinho, Carille relaciona 23 no Corinthians para duelo com Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

    Reforço de R$ 5 milhões, volante aguarda primeira chance no Paulistão; novo esquema pode ajudá-lo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes