Nota de esclarecimento do atacante Ewerton sobre a reportagem do Terceiro Tempo

Nota de esclarecimento do atacante Ewerton sobre a reportagem do Terceiro Tempo

Nota de esclarescimento do atacante Ewerton a reportagem do Portal TT

Nota de esclarescimento do atacante Ewerton a reportagem do Portal TT

Via a sua assessoria de imprensa, o atacante Ewerton enviou uma nota de esclarecimento sobre a reportagem divulgada ontem, pelo site Terceiro Tempo, sobre o que viveu no Corinthians. Em matéria, o jogador chegou a dizer: 'Fui chantageado, ameaçado, ofendido, afastado, execrado, tudo dentro do Corinthians'.

Porém em nota de sua assessoria, o jogador amenizou as palavras, e deixou claro que a fonte de seus problemas não era a diretoria do clube, e sim alguns de seus integrantes, com os quais os jogador teve problemas pessoais.

Nota de esclarecimento do atacante Ewerton:

O atacante Ewerthon esclarece que os problemas enfrentados em sua passagem pelo Corinthians foram exclusivamente causados por determinadas pessoas que trabalhavam no clube à época. Tais pessoas nem sequer fazem parte da instituição atualmente. Dessa forma, o jogador enfatiza que não guarda mágoa alguma do Sport Club Corinthians Paulista, equipe pelo qual atuou dos 9 até os 20 anos de idade.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca até de tradutor para Carille em coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes
  • Moisés foi um dos destaques negativos do Corinthians nesta quarta

    Torcida do Corinthians salva Balbuena e detona dupla de jogadores após empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes