Tite crê que Timão vai levar até quatro jogos para se adaptar a novo esquema

Tite crê que Timão vai levar até quatro jogos para se adaptar a novo esquema

864 visualizações 13 comentários Comunicar erro

Time quer tempo para adaptação de Paolo Guerrero no ataque

Time quer tempo para adaptação de Paolo Guerrero no ataque

Foto: Time quer tempo para adaptação de Paolo Guerrero no ataque |  Foto: Reginaldo Castro / Agência O Dia

De três a quatro jogos. Este é o prazo no Corinthians para a adaptação plena da volta do sistema com centroavante pela entrada de Paolo Guerrero entre os titulares. Desde abril, com Liedson, o time principal corintiano não atua com um homem de referência no ataque. Por tal, o técnico Tite entende que é preciso um prazo, com ritmo de jogos, para o sistema voltar a funcionar com a mesma eficiência do passado.

'Acredito que, com esse tempo, ele vai inclusive quebrar expectativa. A gente vive o bastidor e vê a gana dele, o ímpeto que ele estava antes da estreia. Depois disso, vai ter as coisas mais naturais', destacou.

No primeiro jogo do peruano como titular, no empate por 1 a 1 com o Atlético-GO, cruzamentos para área aumentaram em comparação aos jogos que o Timão não utilizou um centroavante. Assim como Tite, Jorge Henrique acredita que, em pouco tempo, Guerrero conseguirá desempenhar o que se espera de seu futebol. 'Ele é um grande jogador, que segura bem a bola e dá para fazer um-dois. Depois de duas ou três partidas consecutivas, vai fazer sucesso', explicou o camisa 23, que teve sua opinião reforçada por Romarinho.

'O Guerrero entrou bem. Ainda vamos nos adaptar mais jogando com ele. Temos que tocar mais a bola no chão', disse. 'Ele também vai se adaptando aos poucos com a forma que o time joga. Mas ele já foi bem (contra o Atlético-GO)', opinou o volante Paulinho.

Tite, por fim, deixou escapar que deve prosseguir com esquema do empate com o Dragão contra o Coritiba, domingo, para dar ritmo ao sistema. 'É um processo natural que vai dar a ele (Guerrero) melhor condição de conhecer seus companheiros, para que consiga saber mais o que os demais atletas estão pensando e jogar da mesma forma. Isso não se faz assim (estala os dedos)', concluiu.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Corinthians e Vitória se enfrentam nas oitavas da Copa do Brasil

    Sorteio define Corinthians x Vitória nas oitavas de final da Copa do Brasil; veja os duelos

    ver detalhes
  • Maycon deixa o Corinthians na metade do ano rumo à Ucrânia

    Corinthians fecha operação financeira da venda de Maycon e abre mão de percentual futuro

    ver detalhes
  • Martinez, hoje no Independiente, foi cedido ao Boca Juniors há cinco anos; clube não recebeu ainda

    Corinthians tem quase R$ 70 milhões a receber de oito clubes pela cessão de jogadores; veja detalhes

    ver detalhes
  • Jogadores da equipe de amputados do Corinthians durante treinamento

    Equipe de amputados do Corinthians: dedicação e perseverança dentro e fora das quadras

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes