Guilherme diz: não jogo mais pela Portuguesa

Guilherme diz: não jogo mais pela Portuguesa

O empresário do jogador, Eduardo Maluf, anunciou que seu futuro será decidido em 48 horas. Palmeiras e Corinthians buscam negociação. O atacante Guilherme está com situação indefinida na Portuguesa e já tomou uma decisão. "Enquanto não resolverem sobre meu futuro, eu não jogo pela Portuguesa", revelou em entrevista ao programa 'Esporte em Debate', da Rádio Bandeirantes, na noite desta segunda-feira.

Palmeiras e Corinthians já demonstraram interesse pelo atleta e negociam a compra de seu passe por R$ 7 milhões por 70% dos direitos econômicos do jogador.

Quando questionado sobre qual time estaria mais próximo de fechar com o volante, o empresário Eduardo Maluf desconversou. "Dos dois times, eu desconheço qualquer proposta concreta. Aonde ele pisar ele vai estar bem servido", afirmou.
Maluf anunciou que a 'novela Guilherme' está perto do fim. "Ainda está tudo indefinido, acredito que nas próximas 48 horas será tudo decidido", declarou.
Guilherme foi uma das peças-chave para o retorno da Portuguesa à série A do Brasileirão.

Se o negócio for concretizado, qualquer um dos clubes possuirá 70% dos direitos econômicos do jogador, sendo os 30% restantes do empresário Eduardo Maluf

Fonte: Band

Veja Mais:

  • Elias deixou o Corinthians em 2016 e hoje atua pelo Atlético-MG

    Feliz no Atlético-MG, Elias diz que pode retornar ao Corinthians 'mais pra frente'

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Flamengo neste domingo, às 17h

    Vitória contra o Flamengo fará Corinthians bater marca de equipe mineira em 2013

    ver detalhes
  • Carille definiu a provável escalação para duelo contra Flamengo com time misto

    Carille define escalação do Corinthians com seis mudanças para confronto com o Flamengo

    ver detalhes
  • Corinthians brinca com personagens do hepta em capas de revistas famosas; veja montagens

    Corinthians brinca com personagens do hepta em capas de revistas famosas; veja montagens

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes