Se Diego Souza fizesse o gol, não sei se estaria no Corinthians, diz Alessandro

Se Diego Souza fizesse o gol, não sei se estaria no Corinthians, diz Alessandro

O lateral direito Alessandro, do Corinthians, sofreu por 18s nas quartas de final da Libertadores contra o Vasco. Foi o tempo gasto pelo meia Diego Souza para chegar ao gol de Cássio e chutar no canto esquerdo do goleiro.
Depois da defesa, o camisa 2 ficou aliviado por não ver um erro seu custar a classificação corintiana à semifinal da competição, até então, uma obsessão da torcida.

"Se o Diego Souza fizesse aquele gol, não sei se estaria aqui para falar sobre o lance. Não teríamos tempo de reação", admitiu o atleta, que no dia 4 de julho, levantou o troféu mais cobiçado pelo clube nos últimos anos.

Para Alessandro, o Corinthians melhorou no Brasileiro após a conquista do torneio continental, mas ainda não apresenta o mesmo desempenho que o levou ao título.

Ele também confessou que entrou pressionado nos dois duelos contra o Santos pela semifinal da Libertadores. "Havia desconfiança e fui bem, mas não fui só eu quem marcou o Neymar. Todos ajudaram."

No próximo domingo, com a provável presença de Emerson, o Corinthians enfrenta o Santos pela primeira vez depois de eliminar o rival na competição continental. O clássico será válido pela 18ª rodada do Brasileiro.

Fonte: Jornal de Floripa

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes