Dirigente do Timão nega inscrição de Ronaldo no Mundial de Clubes

Dirigente do Timão nega inscrição de Ronaldo no Mundial de Clubes

Campanha para levar Ronaldo ao Mundial não vingou

Campanha para levar Ronaldo ao Mundial não vingou

Foto: Reprodução

O vice-presidente do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, descartou a presença de Ronaldo no elenco que viajará para disputar o Mundial de Clubes, no fim do ano, no Japão. Circulou pelo clube a possibilidade de Ronaldo Fenômeno voltar a vestir a camisa do Timão na competição, o que seria uma estratégia de marketing. A idéia, no entanto, não vingou.


Engana-se, no entanto, quem pensa que Rosenberg pensou nos jogadores, que lutam por uma das 23 vagas para estar no time que viajará ao Japão. Ele diz estar pensando justamente em não sacrificar Ronaldo.

'Seria uma injustiça com nosso craque. Não posso pedir para um empresário bem-sucedido como o Ronaldo estar preparado para enfrentar a disputa mais importante do futebol mundial', argumentou o dirigente.

Rosenberg, porém, não descartou a possibilidade de levar o Fenômeno com a delegação para acompanhar o torneio. 'Não tenham dúvidas de que queremos ter o Ronaldo ao nosso lado. Ele é um fator de motivação, congraçamento, exposição maior do Corinthians e um amigão, cada vez mais apaixonado pelo clube', finalizou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Craque do futsal do Corinthians, Leandro Lino deve jogar pelo Sorocaba em 2017

    Quatro campeões do Corinthians recebem proposta do Sorocaba e devem 'virar casaca' em 2017

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes