André Santos admite excesso de velocidade, mas reclama de jornal

André Santos admite excesso de velocidade, mas reclama de jornal

O lateral-esquerdo André Santos, do Arsenal, divulgou um comunicado oficial para explicar a capa do jornal inglês "The Sun" desta quarta-feira: segundo a reportagem, o ex-jogador de Flamengo e Corinthians foi detido pela polícia após uma perseguição de carros na última sexta-feira, chegou a e atingir até 209 km/h com o seu Maserati GranTurismo e poderia até ser preso por dois anos. O atleta confirmou que foi parado por excesso de velocidade, mas afirmou que o tabloide exagerou ao noticiar o incidente.

Segundo André, o problema aconteceu na manhã de sexta quando ia para o treino do Arsenal. Atrasado, o lateral acabou ultrapassando o limite de velocidade da pista e foi parado pela polícia. O atleta garantiu que estava com a documentação regularizada e que em setembro terá que se apresentar à polícia para entregar alguns documentos.

- Realmente eu passei um pouco do limite de velocidade, mas não foi o que o jornal "The Sun" divulgou. E realmente aconteceu isso. Ponto final - disse André.

Confira o comunicado na íntegra:

“Eu estava indo para o meu trabalho, treinar. Eram por volta de 8h30 e 9h da manhã. Eu estava conduzindo numa autopista e realmente eu ultrapassei um pouco o limite de velocidade pelo fato de estar um pouco atrasado para o treino.

Assim que eu vi a polícia, eu parei o meu carro. Eles me pediram toda a documentação. Eu respeitei, pois sabia que estavam fazendo o trabalho deles, e assim entreguei os documentos que eu tinha. Meu passaporte e minha habilitação. Até porque na Inglaterra eu tenho direito de conduzir com a minha habilitação durante um ano. E ainda não fez um ano que eu estou na aqui Inglaterra.

Eles conversaram comigo. Falaram que eu tinha passado um pouco do limite de velocidade. E acabou que eu perdi o treino. Assim que eu cheguei ao treino expliquei tudo ao Arsenal, que se colocou totalmente à disposição do caso.

Em setembro, na metade do mês, eu tenho que me apresentar para que eu possa representar todos os meus documentos: passaporte, visto e a minha habilitação. E também a minha habilitação nova da Inglaterra. Mostrando que eu também posso conduzir aqui na Inglaterra.

Isso foi o fato acontecido. Realmente eu passei um pouco do limite de velocidade, mas não foi o que o jornal The Sun divulgou. E realmente aconteceu isso. Ponto final”.

Fonte: Surgiu Esportes

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes