Paulinho admite timidez no início na seleção, mas quer se firmar no grupo

Paulinho admite timidez no início na seleção, mas quer se firmar no grupo

Paulinho admite timidez no início na seleção, mas quer se firmar no grupo

Paulinho admite timidez no início na seleção, mas quer se firmar no grupo

O volante Paulinho vive grande fase na carreira. Em alta no Corinthians durante toda a temporada, ele foi convocado para a seleção brasileira pelo técnico Mano Menezes mais uma vez e, mesmo com a nova convocação, ele ainda não se vê como figura carimbada no grupo. Apesar disso, admitiu que tem como objetivo estar entre os 23 que disputarão a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Em entrevista ao programa Esporte Fantástico, o volante do Corinthians demonstrou cautela ao comentar a sua presença na seleção. Perguntado se ele já se considerava o titular da posição, ele se esquivou da questão.

'É um dos meus objetivos, sempre disse que queria chegar à seleção brasileira mais vezes. Sempre coloquei que tenho que fazer um bom trabalho no Corinthians para estar retornando, e agora mais uma vez tive a oportunidade de vestir a camisa da seleção?, contou.

Paulinho admitiu que está começando sua trajetória na seleção com certa timidez. No entanto, ele demonstra estar focado e almejar um longo caminho pela frente. 'Meu primeiro objetivo era de chegar à seleção, e vestir a camisa. O outro passo era chegar a fazer parte do grupo. E depois, quando você já está dentro, aí que briga pelo seu espaço?, explicou.

O volante do Corinthians afirmou mais uma vez que não pretende sair do Corinthians antes do Mundial de Clubes. Ele revelou ter recebido uma oferta para sair, mas reiterou a presença no grupo que irá para o Japão no final do ano, deixando para repensar uma saída depois do campeonato mundial interclubes.

'Já falei diversas vezes sobre isso, não tenho mais explicação, não tenho mais o que falar. Já coloquei que fizemos um novo acordo no Corinthians, dei minha palavra que queria ficar. Até o Mundial eu fico no Corinthians. E é muito difícil você dizer se depois do Mundial você fica ou sai. Isso depende do meu momento, do momento do Corinthians. A certeza é que até o Mundial eu fico?, sentenciou.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes