As voltas que a vida deu para Paulinho e Danilo

As voltas que a vida deu para Paulinho e Danilo

O destino quis que Paulinho e Danilo Baron se encontrassem no Corinthians novamente e usassem o clube como trampolim para chegarem à seleção brasileira. Os dois, um ala do Timão no futsal e outro volante nos gramados, iniciaram a carreira juntos nas quadras da Portuguesa há doze anos. Cada um seguiu seu caminho e, hoje, desfrutam do protagonismo em seus times, que lhe renderam convocações para vestirem a camisa ‘amarelinha’.

No campo, Paulinho, depois do duelo de hoje, contra o Atlético-MG, se apresenta ao técnico Mano Menezes para os amistosos contra a África do Sul, sexta-feira, no Morumbi, e China, dia 9, na Ilha do Retiro, muito mais à vontade para trilhar um caminho de sucesso na Seleção.

'Não que eu tenha me sentido intimidado nas outras convocações, mas agora me sinto mais confiante para jogar na Seleção. É claro que com o passar do tempo, a confiança vai crescendo para fazer uma jogada mais ousada. Me sinto mais à vontade hoje para isso. Por já ter visto como é jogar pela Seleção em outras convocações, deixei aquele nervosismo para trás. Quero mostrar o meu melhor para me firmar na Seleção. Vou lutar muito para isso', disse o camisa 8, no encontro com Danilo Baron.

'Claro que sei que só continuarei sendo convocado também se for bem no Corinthians. Então, em toda partida vou jogar como se fosse a minha grande chance de ser convocado. Assim, só vou crescendo e me preparando também para o Mundial', emendou o volante, que, logo depois, ouviu conselhos do amigo Danilo para se firmar na Seleção.

'No início das convocações tem aquele frio na barriga e o estranhamento, que é normal. Naturalmente você vai pegando confiança, como o Paulinho falou, e vai mostrando tudo que sabe. Tenho certeza que o Paulinho vai conseguir se firmar', disse Baron, que foi chamado para a Seleção de 2009 até 2011 sem nenhuma interrupção em uma lista de convocados.

Admirador do futsal do Timão - ele vai rotineiramente assistir aos jogos no Parque São Jorge - Paulinho quer, antes de mostrar seu potencial nos dois próximos amistosos da Seleção, deixar o clube em uma boa situação com a vitória diante do Atlético-MG, nesta tarde.

'As derrotas para o Santos e o São Paulo mexeram um pouco. Depois conseguimos um empate contra o Fluminense e nos deu uma confiança legal. Agora, vencer o Atlético é a nossa chance de devolver a confiança ao time e mostrar que estamos focados no Brasileirão', disse Paulinho, que crê que o time mantém a sua preparação para o Mundial com o foco no Brasileiro.

'Mesmo a gente muito longe da liderança, temos que manter o foco no Brasileirão para chegarmos bem no fim do ano. Não podemos pensar agora no Mundial', finalizo

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes