Sem descanso, Ralf comanda o Timão contra o Figueirense

Sem descanso, Ralf comanda o Timão contra o Figueirense

‘Cão de briga’ para anular os rivais com sua marcação ou um ‘cavalo’? Os dois apelidos animalescos cabem para Ralf. O último, dado pelo preparador físico corintiano, Fábio Mahseredjian, vale ainda mais atualmente pela capacidade física do volante, que não quer saber de ser preservado, muito menos de descanso, no rodízio estabelecido por Tite. O técnico poupou titulares (Danilo, Alessandro e Paulo André) para o jogo contra o Figueirense, nesta quarta-feira, às 21h50, no Orlando Scarpelli, pelo Brasileirão.

'Nesse jogo (contra o Figueirense) e nos outros, o Tite está fazendo um esquema para não deixar que ninguém se machuque. A hora que eles quiserem, vão me tirar e vou obedecer. Mas eu não quero ter folga. Quero ajudar da melhor forma possível para ficar bem até o Mundial', contou Ralf ao MARCA BRASIL.

'Não sinto dores, nem cansaço. Por mim, posso jogar toda hora. Quero ajudar', disse o camisa 5, que nunca ficou fora de uma partida pelo Timão por conta de uma lesão. Fato que é de causar espanto até mesmo na comissão técnica.

'O Ralf faz o mesmo trabalho que todos. Ele é um cavalo mesmo. Não sei se foi a vida que lhe deu isso, ou se foi o sofrimento que passou. Mas é impressionante mesmo. É impressionante', repetiu Fábio Mahseredjian, que revela qual a única forma de tirar Ralf de um jogo como forma de preservação.

'A gente tem que brigar com ele (risos). É uma luta. Se deixar, ele joga todo dia. Por isso a gente tem segurança para ele seguir sem descanso', emendou o preparador, que revela outra qualidade do camisa 5.

'Ele se recupera muito rapidamente de um jogo para outro. Muito rapidamente em comparação aos outros. É impressionante. A gente sempre o observa e ainda pergunta: ‘Você está sentindo dor?’. E a resposta é sempre a mesma: ‘Quero jogar, não sinto nada’. Acho que a vontade dele faz com que não sinta dor', emendou.

E esta vontade de Ralf será, na visão do próprio volante, um fator primordial para o Timão superar a lista de seis desfalques e voltar de Florianópolis com uma vitória.

'Contra o Figueirense, a vontade vai prevalecer mais', finalizou o camisa 5.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes