Praticamente com força máxima, Timão encara a Ponte Preta

Praticamente com força máxima, Timão encara a Ponte Preta

Tite escalou força máxima, inclusiva em Emerson Sheik

Tite escalou força máxima, inclusiva em Emerson Sheik

Foto: Alan Morici / Agência O Dia

Corinthians e Ponte Preta fazem nesta quarta-feira, às 19h30, no Pacaembu, uma espécie de tira-teima no Brasileirão. Isso porque as duas equipes vão a campo com campanhas espelhadas até a 23ª rodada do torneio, ou seja, com os mesmos pontos (31), o mesmo número de vitórias (8), de empates (7) e também de derrotas (8). O Timão só está na nona colocação na tabela, enquanto a Macaca ocupa a décima, porque tem melhor saldo de gols.

Para enfrentar a equipe de Campinas - que não perde no Pacaembu para o Corinthians desde 2008, são três jogos - e vencer o duelo contra o seu ‘clone’ no Brasileirão, o técnico Tite armou sua força máxima.  Escalou Emerson Sheik, recuperado de lesão, Chicão e Douglas, que estavam suspensos. O treinador só não pode contar com Ralf e Martínez, pois estão impedidos de atuar por terem levado três amarelos. Paulinho, que retornou da Seleção lesionado, também está fora.

'O Corinthians quer fazer o seu melhor sempre. Sempre usa toda sua força máxima. O Corinthians quer fazer um grande jogo e transformar isso em resultado', explicou Tite, que foi enfático quando questionado sobre priorizar seus atletas para o clássico contra o Palmeiras, domingo, no Pacaembu.

'Só penso em preparar o Corinthians para a próxima rodada. Ninguém escolhe jogo, quero estar em paz com nosso trabalho. Os clássicos são campeonatos à parte, mas temos o objetivo de manter o padrão.'

Um duelo perigoso. É assim que Tite define o jogo desta quarta. Ele sabe bem do potencial da Macaca, que surpreendeu o Timão no dia 22 de abril, pelas quartas de final da Paulistão, com a vitória por 3 a 2.

'Nós já fomos surpreendidos pela Ponte no Paulista. Fizemos um mau primeiro tempo e acabamos desclassificados. Dessa vez (se perder) não vai ser por surpresa, vai ser por mérito deles. Nós aprendemos a jogar contra eles, que têm muito potencial', explicou o técnico.

A eliminação do Timão para a Ponte no Paulistão foi vista por muitos torcedores como uma certa ‘ajuda’ para a equipe na temporada. Com ela, o time focou apenas na disputa da Libertadores, na qual sagrou-se campeão.

'Agora não tem essa de ajuda, queremos atrapalhar a Ponte. Queremos a vitória de qualquer jeito', explicou o lateral Fábio Santos, que foi convocado para a seleção brasileira.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Romero será um dos titulares na última partida do ano

    Libertadores, vingança e tributo: Corinthians encara Cruzeiro neste domingo

    ver detalhes
  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes