Corinthians já estuda concorrentes do Mundial de clubes

Corinthians já estuda concorrentes do Mundial de clubes

Chelsea pode ser adversário do Corinthians sem ambos passarem nas semis

Chelsea pode ser adversário do Corinthians sem ambos passarem nas semis

Ainda faltam três meses, mas o Corinthians já se prepara para disputar o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. Nada de treinamento especial ou diferenciado, por enquanto. Uma equipe de cinco funcionários do clube é quem trabalha assistindo aos jogos dos possíveis adversários do time alvinegro na competição do fim do ano.

Edu Gaspar, gerente de futebol, comanda esse grupo de "olheiros" - ele e mais quatro pessoas. O diretor tem gravado todas as partidas do Chelsea (provável rival na final) e também do mexicano Monterrey, que pode ser o adversário já na estreia do torneio, na semifinal, no dia 12 de dezembro.

"Eu distribuo os jogos para eles, e aí eles me passam tudo o que viram e acharam", explicou Gaspar. "Montamos um relatório e discutimos depois."

O dirigente diz que começou esse trabalho de observação do Chelsea assim que a temporada europeia começou, no mês passado. "Acompanhamos as contratações, vemos o estilo e o sistema de jogo deles", disse.

De acordo com Gaspar, ainda não dá para ter uma noção exata de como os dois adversários jogam, e nem qual é o melhor e o pior ponto deles, por exemplo. "Mas é nítido que o Chelsea joga no estilo do seu treinador, de um futebol italiano", afirmou, referindo-se ao técnico Roberto Di Matteo.

A goleada sofrida para o Atlético de Madrid, por 4 a 1, na final da Supercopa da Europa, em 31 de agosto, também não deve ser levada em consideração, segundo Gaspar. "Foi um jogo atípico, o começo de temporada é sempre difícil", contou. "Eles vão estar no seu melhor momento durante o Mundial."

O dirigente lembra ainda que vários torcedores corintianos dizem para ele que o Chelsea não é um rival tão temido por não ter um futebol vistoso, de plasticidade. E que isso deve ser esquecido. "Eles falam: 'Contra o Chelsea dá'. Mas todo mundo achava isso, até o Barcelona, e no fim não deu para ninguém".

O sorteio dos confrontos do Mundial está marcado para o dia 24, em Zurique. Edu Gaspar estará lá representando o clube, e vai aproveitar para saber até quando o time poderá inscrever um atleta na competição.

"Eu mandei uma carta para eles (da Fifa), mas acho que não entenderam o que eu queria, porque a resposta foi outra, nada a ver", disse o dirigente. "E olha que eu até me comunico bem em inglês", brincou.

Clássico. Edu Gaspar também afirmou ontem que se reuniu com o técnico Tite na terça-feira e fez um pedido especial: para que nenhum jogador corintiano trate o clássico de domingo contra o Palmeiras como diferenciado e para não tripudiar da má fase do rival.

"A grandeza de um time não se faz com o desastre do outro", afirmou o dirigente. "Eu tenho amigos lá do outro lado, como o César Sampaio e o Galeano, e não é legal essa situação."

Fonte: Estadão

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes