Emerson Sheik pode pegar gancho pesado na sexta-feira, no STJD

Emerson Sheik pode pegar gancho pesado na sexta-feira, no STJD

Emerson Sheik pode pegar gancho pesado na sexta-feira, no STJD

Emerson Sheik pode pegar gancho pesado na sexta-feira, no STJD

Na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians conseguiu uma importante vitória sobre o Atlético/MG, então líder da competição. Entretanto, além dos três pontos, o Timão teve o atacante Emerson Sheik e o técnico Tite expulsos por reclamações com o árbitro Péricles Bassols sobre a não marcação de um pênalti. Ambos serão julgados no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (CBJD) na próxima sexta-feira, dia 14 de setembro, em sessão da Quarta Comissão Disciplinar, a partir das 13h30.

A partida aconteceu no dia 2 de setembro, no Pacaembu. O Corinthians já vencia o Atlético/MG por 1 a 0 quando, aos 31 minutos da etapa complementar, Emerson Sheik recebeu o segundo cartão amarelo. De acordo com a súmula, o atacante do time paulista 'colocou a mão na bola de forma intencional na disputa da jogada?.

Tudo poderia ter terminado na saída do jogador de campo, mas o Sheik xingou o árbitro, se recusou a deixar o gramado e ainda chutou uma bola para dentro do campo. De acordo com a súmula, o atacante disse as seguintes palavras a Péricles, por duas vezes: 'Você é um ladrão, safado, filho da p...?. Além disso, só deixou o banco de reservas após ser conduzido pelo técnico Tite. E quando deixava o campo, 'atravessou o gramado e chutou uma bola para dentro do campo de jogo?.

As atitudes de Emerson Sheik podem lhe render pesadas punições no STJD. O atacante responderá a três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Por 'ato desleal ou hostil? (artigo 250), pode pegar de uma a três partidas de suspensão. No artigo 258, por 'assumir conduta contrária à ética ou disciplina desportiva?, corre o risco de pegar até seis jogos de gancho. E por 'ofender alguém em sua honra?, pode ser suspenso por mais seis partidas, além de receber multa de até R$ 100 mil, conforme o artigo 243-F, § 1º. Neste último, pode ser duplamente punido.

Assim, por já ter cumprido uma partida de suspensão automática, Emerson Sheik pode ficar fora de até mais 20 jogos, além de ser multado em até R$ 200 mil.

O técnico Tite também não se livrou de denúncia. Após reclamar acintosamente do cartão para o Sheik, ele acabou excluído do banco de reservas e responderá ao artigo 258 do CBJD. O comandante pode receber até seis jogos de suspensão.

Com 31 pontos, o Corinthians é o nono colocado na tabela do Campeonato Brasileiro e enfrenta a Ponte Preta nesta quarta-feira, dia 12 de setembro, às 19h30, no Pacaembu. Enquanto não são julgados, Sheik e Tite seguem liberados

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • O meia Jadson pode ficar em São Paulo para melhorar a parte física

    Jadson pode ficar fora de viagem do Corinthians a Chapecó

    ver detalhes
  • Pablo pode retornar ao Corinthians neste sábado

    Zagueiro Pablo pode voltar a jogar pelo Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Bruno Alves se desligou do Figueirense na Justiça

    Zagueiro anunciado pelo rival foi oferecido antes ao Corinthians

    ver detalhes
  • Vantagem do Timão caiu um ponto em relação à 20ª rodada; equipe tem um jogo a menos

    Confira a distância do Corinthians para os principais concorrentes ao título brasileiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes