Tite brinca com a pressão para escalar Zizao

Tite brinca com a pressão para escalar Zizao

Em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, o treinador Tite ouviu mais questionamentos sobre os motivos de ele ainda não escalar o jovem chinês Zizao no ataque do time do Corinthians. Em tom de brincadeira, o treinador falou sobre a pressão de escalar o jogador chinês no seu time.

"Olha a pressão (risos). Já está me perguntando quando ele vai jogar...", divertiu-se o treinador, que retrucou: "Por que ele não foi convocado (para o amistoso diante do Brasil, em que a Seleção goleou por 8 a 0 em Recife)?", brincou.

Depois da brincadeira, o treinador falou sobre como está sendo a preparação e os treinos do jogador chinês. "Vai jogar, só não sei dizer quando. Está melhorando, perdendo o medo do contato físico, está mais solto. O convívio diário é tranquilo, ele é muito bem quisto pelo grupo. É simpático, todo mundo gosta. O entrosamento com o pessoal foi normal. Como atleta, sofreu logo que chegou um problema no ombro, voltou, retornou o mesmo problema, fez cirurgia. Isso atrapalhou a sequência técnica e tática. Agora ele voltou e está perdendo o medo. Tem velocidade, bate bem com as duas pernas, tem boa habilidade. A função tática, numa linha de três, ele joga pela direita, talvez pela esquerda, faz uma função de Jorge Henrique, Romarinho, Martínez... é mais parecido com os jogadores de velocidade pelo lado", analisou o comandante.

Fonte: FutNet

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes