Corinthians terá cozinheiro, sono induzido, treinos abertos e sigilo no Mundial

Corinthians terá cozinheiro, sono induzido, treinos abertos e sigilo no Mundial

Edu Gaspar está providenciando o melhor conforto possível ao jogadores no Mundial

Edu Gaspar está providenciando o melhor conforto possível ao jogadores no Mundial

Após receber informações técnicas da Fifa, em reunião na entidade, o Corinthians definiu uma logística similar à seleção brasileira para sua preparação para o Mundial de Clubes 2012. Há mais dois meses da competição, já estão acertados locais de treinos, hotel, horários de voos e o tratamento dado aos atletas

Entre os detalhes definidos, está o cuidado com a alimentação e o sono dos jogadores. Como a Fifa determinou o hotel para a concentração do time, o clube pediu à entidade para que seu cozinheiro e a nutricionista assumam a cozinha do hotel para instruir empregados a como preparar a comida. É possível que se leve ingredientes do Brasil.

Outra preocupação é com sono dos atletas por conta do fuso horário com 12 horas de diferença para o Brasil no Japão, local do Mundial. Por isso, será feita uma viagem em duas etapas, com uma parada em Dubai.

O voo corintiano, que será feito em avião de carreira, sairá no dia 4 de dezembro do Brasil. Chegará no dia seguinte a Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, onde a equipe treinará por um dia. Às 5h20 da manhã do dia 6 de dezembro o time desembarcará no Japão. Ou seja, chegará três dias antes do Chelsea. E os jogadores não terão descanso durante a viagem e nos primeiros dias.

"Tem que provocar essa questão do sono para o jogador se adaptar ao fuso. Põe ele para treinar forte pela manhã. Não deixa dormir. Dá atividade para ele ficar morto e só dormir de noite", contou o gerente de futebol corintiano, Edu Gaspar.

Quando chegarem ao Japão, os corintianos irão até o hotel escolhido para a concentração do time. Mas o clube não quis divulgar o nome do local para evitar concentrações antes do tempo no local. Os campos de treinamento que serão usados pelo time também já estão determinados.

O clube pegou informações detalhadas sobre os locais e foi pedida segurança da Fifa para poder realizar treinos abertos. Não é um temor da torcida. É só para garantir a infraestrutura necessária para ter torcedores assistindo a parte das práticas da equipe no Japão desde que liberado pela comissão técnica corintiana.

"Tivemos que explicar para eles como é a torcida do Corinthians. Haverá uma programação com os dias em que os treinos serão abertos para os torcedores verem ou então serão fechados", contou o dirigente.

Edu Gaspar compara o que foi feito, em termos de tamanho de delegação e antecipação dos preparativos, à logística feita pela seleção brasileira em grandes competições.

Fonte: Terceiro tempo

Veja Mais:

  • Fausto Bittar Filho era diretor da base da Corinthians

    Ex-diretor da base fala ao Meu Timão: 'Só peço que não retroceda o que estava sendo feito'

    ver detalhes
  • Pedrinho é a grande novidade entre os titulares

    Apostando na força da base, Corinthians recebe o Red Bull Brasil na Arena

    ver detalhes
  • Marlone está deixando o Corinthians para atuar no Atlético-MG

    Postura de Marlone no dia a dia fez diretoria do Corinthians aceitar pedido de liberação de agente

    ver detalhes
  • Corinthians fez a alegria em dia de treino da Seleção Brasileira

    Garoto rouba cena e manda ‘Vai, Corinthians’ para Casemiro em treino da Seleção; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes