Corinthians quer bater Sport para chegar perto de meta

Corinthians quer bater Sport para chegar perto de meta

O Corinthians está a três vitórias de desligar a chave do Campeonato Brasileiro e ligar a do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão. Neste domingo, contra o Sport, às 16 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 27.ª rodada, o time vai em busca da primeira delas.


Essa é a conta feita por todos no clube e o raciocínio é simples. O time está com 36 pontos e precisa de mais nove para eliminar qualquer risco de rebaixamento. Assim que alcançar a meta, a prioridade será disputar a competição que será realizada no Japão - o time viaja no dia 4 de dezembro. 'Queremos segurar os atletas mais desgastados', afirmou Tite, que também ganhará folga e iniciará as negociações para renovação de seu contrato por mais um ano - ele quer viajar com tudo resolvido.

Essa obsessão por atingir os 45 pontos no Brasileirão de maneira rápida fez o técnico escalar todos seus titulares contra o Sport, um dos candidatos ao rebaixamento. A exceção é Emerson, suspenso e que inclusive ganhou três dias de descanso. 'Em função da pena (seis jogos) adiantamos sua preparação, algo que seria dado depois', disse Tite.

Mas, se precisar motivar o elenco para ganhar do Sport, o técnico tem bons argumentos. O primeiro é acabar com a história de que o time virou o Robin Hood do campeonato: ganha dos líderes e entrega pontos de bandeja para as equipes piores. 'Você entra mais concentrado quando joga um clássico', disse o lateral-esquerdo Fábio Santos. Foi uma declaração sincera que Tite não digeriu. 'O fogo vai ter de acender de novo, vamos brigar, vamos pro pau', rebateu.

Outro argumento que Tite certamente irá usar: é necessário vencer o Sport para não atiçar a tola discussão sobre o fato de o Corinthians 'entregar' um jogo teoricamente fácil apenas para prejudicar o Palmeiras, que está na zona do descenso ao lado dos pernambucanos. O trabalho do treinador e a cobrança feita nos treinamentos comprovam que o Corinthians vai tentar vencer o jogo a qualquer custo, a despeito do desespero alheio.

Aposta
Tite está empenhado em entrosar o time com Paolo Guerrero, que fará seu segundo jogo seguido como titular e tem como principal característica atuar como um pivô. Guerrero é o atacante certo para atuar ao lado de um velocista e driblador - seja ele Romarinho, seu parceiro neste domingo, Emerson ou o argentino Martínez, que estará no banco. É assim que Tite quer jogar no Mundial.

Com Guerrero, Tite também vê a equipe mais forte no jogo aéreo. Nos treinos, o técnico insistiu em jogadas pelo alto com três grandalhões na área: Guerrero, Danilo e Wallace. Outra jogada aprimorada foram os cruzamentos rasteiros da linha de fundo buscando o atacante peruano. Para vencer o Sport e somar mais três pontos, esse pode ser o caminho mais fácil no Pacaembu.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    ver detalhes
  • Camisa do Corinthians criada por torcedores em homenagem à Chape

    Corinthians bate o martelo sobre homenagens à Chapecoense

    ver detalhes
  • Ronaldinho chegou a estar na mira do Corinthians, revela agente

    Irmão de Ronaldinho Gaúcho revela 'plano de marketing' do Corinthians e provocação de Andrés

    ver detalhes
  • Brasileirão agora tem quatro vagas - não três - à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes