Calejados pelo duelo contra o Boca, corintianos da Seleção fazem alerta

Calejados pelo duelo contra o Boca, corintianos da Seleção fazem alerta

Enfrentar os argentinos não será novidade para Cássio e Fábio Santos que, no último mês de julho, duelaram duas vezes pelo Corinthians contra o Boca Juniors, pela decisão da Copa Libertadores.

Calejados, os dois jogadores comentaram sobre o que viveram naqueles embates e alertaram para a catimba que os hermanos devem utilizar no jogo de volta do Superclássico das Américas, que será disputado nesta quarta-feira, na cidade de Resistência, a 1 mil quilômetros de Buenos Aires.

Apesar de ver uma situação menos preocupante do que nio passado, o lateral-esquerdo lembrou que o problema é a postura dos argentinos nas bolas paradas.

- Hoje em dia está melhor do que antigamente, até pelas câmeras e pela cobrança da imprensa, mas sempre usam aquela catimba. Mas eles têm muito disso em bola parada, ficam dando socos, pontapés, o importante é que o jogador brasileiro tem prestado mais atenção nisso, a gente cansou de perder título por isso. Importante é jogar bola, que é o que a gente sabe fazer - afirmou Fábio Santos.

Para Cássio, que deverá ficar no banco de reservas, a postura dos argentinos diante dos árbitros é o maior problema.

- Todo mundo sabe que é importante não tomar gol. Se eles saem na frente, com o resultado a seu favor, eles cadenciam o jogo, levam e influenciam o árbitro. Mas a Seleção Brasileira tem jogadores experientes, que saberão conviver com isso - lembrou o camisa 1 do Timão.

O goleiro falou ainda da rivalidade que existe entre as duas seleções. Para Cássio, comparável aos grandes clássicos do futebol brasileiro.

- Joguei na base, é um clássico à parte, marca mesmo. Com certeza é diferente, é rivalidade pura, é como Corinthians x Palmeiras, Grêmio x Inter...quando joga, o Brasil para aqui e lá - finalizou o goleiro, que deve ver Jefferson mais uma vez ser o titular da Seleção Brasileira.

Fonte: O Povo

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes