Conselheiros corintianos pedem manutenção de arquibancada móvel na arena

Conselheiros corintianos pedem manutenção de arquibancada móvel na arena

A ampliação da Arena Corinthians pode ficar pra sempre

A ampliação da Arena Corinthians pode ficar pra sempre

Foto: Adriano Lima/Terra

Enquanto o Governo Estadual tenta arrumar patrocinadores para bancar a arquibancadas móvel do Itaquerão, conselheiros do Corinthians pedem para que elas se transformem em assentos permanentes.

A diretoria considera a manutenção cara demais para manter a estrutura na arena depois da Copa do Mundo. Porém, uma parte dos membros do Conselho Deliberativo tenta fazer com que os dirigentes mudem de ideia.

O argumento é de que pelo menos no primeiro ano de funcionamento do estádio a procura será muito superior aos 40 mil lugares, até nos jogos de menor importância. Por isso, valeria a pena o esforço de manter a capacidade do estádio superior a 60 mil pessoas.

A ideia, no entanto, não tem sensibilizado os cartolas. Desde o início do projeto, o Corinthians bate na tecla de que não precisa aumentar a capacidade do estádio. Usa isso para manter a posição de que não vai colocar a mão no bolso para bancar a ampliação necessária para a abertura da Copa do Mundo. A cúpula corintiana conta com o apoio de outra parte do conselho.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • O Timão bateu o Colo-Colo, neste sábado, em jogo dramático

    Mesmo prejudicado pela arbitragem, Corinthians conquista título inédito da Libertadores Feminina

    ver detalhes
  • Após duelo neste sábado, o Timão está garantido nas quartas do Paulista

    Carlinhos marca, Corinthians empata com Portuguesa e avança às quartas do Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • Carille deve repetir a escalação utilizada na partida contra o Grêmio

    Titulares treinam e Carille esboça escalação do Corinthians contra o Botafogo

    ver detalhes
  • Pedrinho ainda trabalha para recuperar forma física ideal

    Irmã de Pedrinho revela anemia de jogador em conversa nas redes sociais; Corinthians explica

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes