MMA-Anderson se reunirá por possível mudança para o taekwondo

MMA-Anderson se reunirá por possível mudança para o taekwondo

Anderson Silva treina na academia do Parque São Jorge

Anderson Silva treina na academia do Parque São Jorge

Foto: © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de manifestar publicamente o sonho de disputar os Jogos Olímpicos de 2016, Anderson Silva se reunirá com a cúpula da Confederação Brasileira de Taekwondo para debater as intenções e o planejamento da possível nova investida.

No MMA, o Spider tem como especialidades o muay thai, modalidade não olímpica, e o taekwondo. “Espero que sim. Ainda tenho algumas garrafas para vender. Acho que daria sim [para disputar uma Olimpíada]. Espero que me deem essa oportunidade. Sim, no taekwondo. Seria mais a minha área”, disse o lutador de 37 anos.

O presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo, Carlos Fernandes, diz que terá uma conversa com o Spider para analisar as possibilidades. Mas deixou claro que ele terá que se dedicar integralmente à modalidade, disputar os circuitos nacionais e internacionais e ainda assim precisará disputar a vaga com outros lutadores nacionais.
“Mantive contato com ele, e agora vamos esperar acabar as atribuições dele esse ano, como a luta no UFC do Rio, para sentar e conversar. É sempre bem-vindo para o nosso esporte um nome como ele. Temos conversado com empresários dele e com ele e depois dessa luta no fim do ano vamos sentar e ver. Até porque, até o momento, temos uma especulação, uma notícia que ele deu por vontade própria. Não fomos consultados. Essa conversa pessoalmente vai analisar tudo isso”, falou Fernandes ao UOL Esporte.

“Ele vai ter que seguir os procedimentos normais da entidade, que é participar das seletivas. Campeonatos Estaduais, ver se ele fica em Rio ou São Paulo, depois ele vai pra Campeonatos Brasileiros. Ele vai ter que participar de todos os processos seletivos, normalmente. Tendo uma boa performance, pode ser selecionado.”

Por ser o país-sede dos Jogos Olímpicos, o Brasil tem garantido representantes nas quatro categorias do taekwondo. Não existe uma seletiva única que garanta a vaga, e cada representante é escolhido pela confederação após análises de ranking e desempenho em torneios nacionais e internacionais.
Fernandes adiantou que não será fácil para o atleta conseguir a vaga e que o ideal é que se dedique o quanto antes integralmente a ela. Mas ressaltou o espírito vencedor do atleta que pode fazer com que consiga obtê-la.

“Fácil, fácil não vai ser. Nada é fácil para um campeão, mesmo como um campeão com ele. Não vai ser fácil, quem é que não quer essa vaga? Tem que vir difícil para ter mais valor. Ele tem, o quanto antes, que começar a treinar. Ele é um cara dedicado. Ele está no MMA, que não é fácil. Ele é um campeão, e não é um aventureiro. Eu vejo que o principal ele tem, que é dedicação e vontade de treinar. Não basta você querer. Se quer ser campeão tem que gostar de treinar. Isso é meio caminho andado. E ele tem isso.”

Anderson Silva compete na categoria dos médios do UFC (até 83,9 kg). No taekwondo olímpico, terá que tentar se adequar aos peso dos pesados, acima de 80 kg.

O empresário de Anderson Ed Soares diz ver com bons olhos a chance de o atleta disputar os Jogos de 2016. Entende que ele terá que sair do MMA, mas não deu prazos. Diz que é algo que depende do atleta e tem que ser conversado com ele.

“Eu não falei com ele sobre isso ainda, mas acho que para um atleta do nível do Anderson, seria ótimo competir nas Olimpíadas. Vamos ver que como será isso. Mas é ótimo, vai melhorar muito a carreira dele", falou.

“Isso [quendo e se Anderson vai parar com o MMA] é uma pergunta que só ele pode responder . Isso é com ele, é ele quem sabe o que tem que fazer e tem que decidir com seus treinadores. Mas com certeza se ele competir nas Olimpíadas ele não vai poder competir mais no MMA", finalizou.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes