Ex-Corinthians Rincón revela ter sofrido racismo de torcedores do Real Madrid

Ex-Corinthians Rincón revela ter sofrido racismo de torcedores do Real Madrid

Em entrevista ao jornal espanhol Marca, Freddy Rincón revelou que sofreu racismo por parte dos torcedores do Real Madrid. O ex-jogador, que defendeu a equipe na temporada 1995/96, também disse que não teve “as oportunidades merecidas” para atuar pelo clube e que a pressão ajuda a explicar sua passagem sem tanto brilho.
,O colombiano, hoje com 46 anos, explicou os motivos pelos quais não se deu tão bem no Real Madrid. “Infelizmente passei por um período muito triste, porque era uma época de racismo muito marcado. Essa foi uma das coisas que me prejudicaram bastante. Não que isso tenha me desmotivado, mas fez com que não jogasse mais tempo ou tivesse a oportunidade de atuar mais pelo Real Madrid”, afirmou, ao falar sobre o tratamento dado pela torcida.

Para Rincón, outros fatores externos também contribuíram para seu pouco destaque na equipe espanhola. “Havia coisas ou interesses por trás que não eram tanto culpa dos técnicos. No entanto, infelizmente, aconteceu dessa forma.”

Na opinião do ex-meio-campista, o combate à discriminação racial no futebol trouxe poucos efeitos práticos. “O racismo é algo que aconteceu comigo e com muitos outros jogadores. Tentaram freá-lo, mas infelizmente ainda se escutam vozes dessa enfermidade”, analisou.

Apesar dos problemas encontrados quando estava no Real Madrid, Rincón reforça a tese de que sua passagem tinha chances de ser bem diferente. “Para mim, foi um orgulho muito grande chegar lá, mas não tive as oportunidades que desejava. Teria rendido muito mais, mas é um orgulho muito grande ter vestido esta camisa”, disse.

Por fim, Rincón reservou elogios ao Brasil e aos clubes pelos quais passou – mais especificamente a Corinthians e Palmeiras, nos quais conquistou alguns dos títulos mais importantes de sua carreira.

“O Brasil me recebeu de braços abertos e, para mim, foi maravilhoso. Tive a chance de fazer grandes temporadas por Palmeiras e Corinthians, nos quais ganhei títulos: um Brasileiro pelo Palmeiras, três pelo Corinthians e mais um Paulista e um Mundial de Clubes da Fifa”, completou.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • E o Jô? Tem ou não tem motivo para sorrir?

    Corinthians cutuca adversários e ironiza choradeira pelo calendário: 'Aqui não tem mimimi'

    ver detalhes
  • Meia Jadson pode voltar ao Corinthians no sábado; Pablo segue fora

    DM do Corinthians esvazia após 'semana light'; veja quem ainda se recupera

    ver detalhes
  • Balbuena segue como xerife do Corinthians

    Representante de Balbuena revela valor de oferta italiana recusada pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Fiel Torcedor está cada vez mais perto de voltar a ser o maior do país

    Em uma semana, mais de mil novos sócios aproximam Corinthians de primeiro lugar no Torcedômetro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes