Corinthians lança coleção com caricaturas dos símbolos da conquista da Libertadores

Corinthians lança coleção com caricaturas dos símbolos da conquista da Libertadores

Corinthians lança coleção com caricaturas dos símbolos da conquista da Libertadores

Corinthians lança coleção com caricaturas dos símbolos da conquista da Libertadores

Orgulhoso com a conquista da Copa Libertadores da América, o torcedor do Corinthians já pode desfilar nas ruas com seus heróis estampados no peito. A Rede Poderoso Timão acaba de lançar as camisas comemorativas com as caricaturas de importantes personagens dessa conquista histórica.


Emerson Sheik, Paulinho, Ralf e Chicão foram desenhados pelo renomado caricaturista argentino Gonza Rodriguez, reconhecido mundialmente por trabalhos realizados com atletas profissionais e clubes de futebol.

Ao preço de 59,90 os quatro modelos já estão à venda em toda a rede Poderoso Timão espalhada pelo Brasil.

Para Sylvio Tieppo, gerente de desenvolvimento de produtos da SPR Franquias, empresa que gerencia a Rede Poderoso Timão, o objetivo da coleção é que o torcedor carregue consigo seu ídolo de uma forma descontraída.

'Essa coleção é um grande sucesso, pois consegue conciliar o lado da paixão do torcedor com o da descontração, típico do futebol. O torcedor tem orgulho em sair nas ruas vestido com os símbolos de sua maior conquista', finalizou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes