Ausência de Real ou Barça aumenta as chances do Corinthians no Mundial

Ausência de Real ou Barça aumenta as chances do Corinthians no Mundial

Chelsea é time mais tático, exatamente como o Corinthians

Chelsea é time mais tático, exatamente como o Corinthians

Foto: AFP

O Corinthians tem muitas chances de conquistar o título do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão. A opinião é de Muricy Ramalho, técnico do Santos e atual vice-campeão do torneio. Na final de 2011, seu time foi goleado por 4 a 0 pelo Barcelona, com show de Messi e companhia. A ausência do clube catalão e do Real Madrid no Mundial é o grande trunfo do Timão para tentar o bicampeonato, na opinião do treinador.

Chelsea, campeão europeu após derrotar o Bayern de Munique nos pênaltis, surge como principal favorito ao lado do Corinthians. Desde 2005, quando o Mundial passou a ser disputado neste formato, só em 2010 a final não foi disputada pelos campeões da Liga dos Campeões e da Libertadores. Na ocasião, o Mazembe derrotou o Internacional na semifinal, e depois perdeu para a Internazionale na decisão.

Para Muricy, enquanto o Barcelona tem Messi e o Real Madrid Cristiano Ronaldo, o Chelsea não tem nenhum jogador realmente diferente, o que deve equilibrar o provável confronto.

"A chance do Corinthians começou quando Barcelona e Real Madrid não chegaram à final da Liga dos Campeões. Se um dos dois fosse ao Mundial, seria mais complicado porque são, realmente, os melhores do mundo. O time alemão e, principalmente, o inglês são muito parecidos com o Corinthians. O Chelsea é um time tático, apesar de ter poucos ingleses. O jogo passa a ser igual".
O técnico aproveitou para criticar o calendário do futebol brasileiro, que não permite aos clubes, por exemplo, realizar parte da pré-temporada ou amistosos no exterior. Sem intercâmbio, ele admitiu que os jogadores do Santos se encantaram com os adversários do Barcelona na final do Mundial, e isso também prejudicou o desempenho dos brasileiros.

Apesar de apostar numa final entre Corinthians e Chelsea, se pudesse dar um alerta ao Corinthians, Muricy diria para ter cuidado com o time japonês. Na semifinal, a equipe comandada por Tite vai enfrentar o vencedor do duelo entre os campeões do Japão e da África, ambos ainda indefinidos. No ano passado, o Santos sofreu, mas derrotou o Kashiwa Reysol por 3 a 1 antes de encarar o Barça na decisão.

"Tem que ganhar do time japonês, que não é fácil. Se eu pudesse dar uma dica, seria para pensar no primeiro jogo. Se chegar lá pensando no Chelsea, pode cair".

Fonte: Goal.com

Veja Mais:

  • Corinthians venceu o Paulistão no começo do ano

    Corinthians conhece adversários de grupo do Campeonato Paulista de 2018; veja as chaves

    ver detalhes
  • Corinthians é o maior vencedor do Campeonato Paulista

    Datas, novidade na lista de inscritos e premiação: saiba tudo sobre o Paulistão 2018

    ver detalhes
  • Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, resolveu pressionar a arbitragem

    Presidente do Grêmio pressiona arbitragem antes do duelo com o Corinthians: 'careca vagabundo'

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians vai comparecer em bom número no duelo decisivo contra o Grêmio

    Corinthians divulga nova parcial de ingressos para jogo decisivo contra o Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes