Sheik celebra preparação para o Mundial

Sheik celebra preparação para o Mundial

Tudo que Emerson Sheik faz ganha proporções maiores. Um atraso, um drible, uma suspensão e um gol. E ele não cansa de fazer tudo isso. O lado positivo é que dentro de campo ele resolve. De volta ao time após cumprir cinco partidas de gancho, ele brilhou, fez gols e saiu como herói.

'Me divirto com isso e ainda ganho dinheiro com isso (futebol). Eu me considero o cara mais feliz do mundo, faço o que gosto, estou num lugar que amo. É um momento único da minha vida pessoal e carreira', afirmou o atacante.

Durante a semana, Emerson viveu uma polêmica. No treino de segunda-feira, o atacante perdeu 40 minutos da atividade por causa de uma reunião com a diretoria. Especulações apontaram que o jogador teria se atrasado e recebido uma dura de Duílio Monteiro Alves, diretor adjunto.

'Não foi atraso, eu estava lá bonitinho. Foi uma reunião com o Duílio pela folga que tive, pelo retorno. Outros atletas vão ter folga e vai existir essa conversa. Calhou de me pegar no início do treino, se estendeu um pouco mais. O Tite entendeu, treinei. Eu estava lá', explicou o camisa 11.

Com o gol de ontem, Emerson se isola como artilheiro do Corinthians na temporada. São 12 bolas na rede. Como a meta traçada por Tite no Campeonato Brasileiro está próxima - faltam apenas três pontos para chegar aos 45 e afastar qualquer risco de rebaixamento, o foco já está no Mundial. Suspenso nas últimas cinco rodadas, o atacante já aproveitou os dias de folga e iniciou sua preparação física para competição no Japão.

'Fiquei duas semanas descansando, peguei uma boa preparação. Estou contente com a vitória. O foco realmente é o Mundial, começamos a nos aproximar da zona de segurança e isso era importante', disse Sheik, que tentou uma dancinha na comemoração do gol. 'Quero pedir desculpa para o meu amigo Naldo (MC Naldinho). Não sei dançar direito.'

Tite promove duas estreias, mas deixa Zizao só no banco
Sem muitas opções no setor ofensivo, Tite relacionou o chinês Zizao para o banco de reservas. No entanto, o técnico preferiu promover apenas as estreias de Chiquinho e Anderson Polga. 'A estreia dele (Zizao) passou da curiosidade para o apelo. Talvez seria o momento em um jogo de menor envergadura. O treinamento dele foi melhor que o Adilson por isso ficou no banco', disse o técnico Tite, antes da bola rolar.



Reportagem de Felipe Piccoli e André Pires

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Romero e Balbuena foram convocados pelo técnico Arce

    Lesão não impede convocação de Balbuena; Paraguai libera lista com os jogadores do Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians não vê jogo da equipe na TV aberta há quase um mês

    Fiel só tem uma opção para assistir na TV ao jogo do Corinthians contra Chapecoense

    ver detalhes
  • Elias deixou o Corinthians há um ano para reforçar o Sporting, de Portugal

    Por momento ruim do Atlético-MG, Elias cogita retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel é aposta de Carille para surpreender Chapecoense

    Contra Chape, Corinthians joga para evitar oscilação e aumentar vantagem na liderança

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes