Sheik se firma como artista do ataque do Timão

Sheik se firma como artista do ataque do Timão

1.4 mil visualizações 11 comentários Comunicar erro

Nas palavras de dirigente do Corinthians, Emerson Sheik é mais do que jogador de futebol. É “artista”. O termo não é usado no sentido dos dribles ou lances de malabarismo. É pela malandragem. Mas não há quem desaprove o jeito de ser do atacante. Mesmo com ressalvas. “A gente espera um pouco mais de comprometimento dele”, explicou o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves.

Mais? Sem ele, é fácil perceber que os títulos do Brasileiro (do ano passado) e da Libertadores não teriam acontecido. Ontem à tarde, com o tempo frio em São Paulo, foi orientado pela comissão técnica a ficar na sala de musculação. Mas é presença certa contra a Portuguesa hoje, às 21h, no Canindé.

Capaz de chamar a responsabilidade em momentos importantes, será peça-chave no Mundial. Ou alguém se esquece de quem anotou os gols que libertaram o Timão da espera pelo título sul-americano? Sheik vai além disso. É quase fenômeno pop. Gosta de chamar a atenção não só pelo que joga. Também pelo que faz e diz. “Ele tem malandragem, sem dúvida”, diverte-se o gerente de futebol, Edu Gaspar.

Quem mais leva uma macaca para o treino? Quantos jogadores, ao perceberem que vão chegar atrasados, alugam helicóptero e pousam no meio do campo, com os colegas já no meio do aquecimento? Quais foram convidados a apresentar um prêmio na MTV, um canal de televisão não exatamente dedicado a esportes?

“Amo tudo o que faço e ganho dinheiro. Sou o cara mais feliz do mundo”, afirmou, após ter voltado de suspensão de cinco jogos e anotar gol contra o Flamengo. Aproveitou para comemorar fazendo dança parecida com a “Gangnam Style”, que virou febre na internet.

Contra a Portuguesa, vai ter a sequência de que Tite gostaria. Por isso, tem de evitar suspensão. Repetir o que fez na final da Libertadores, contra o Boca, quando colocou o dedo no próprio rosto e disse para o argentino Caruzzo “bate aqui”, nem pensar. Cena que já entrou para a história da competição. Principalmente, também, porque o zagueiro adversário “amarelou” e não topou o desafio.

Vários titulares serão poupados nas próximas semanas. Emerson não está na lista. “Ele está é me devendo jogos”, brinca o treinador.

Viagens/ Apesar do pedido de “comprometimento”, Sheik tem sido o artilheiro de confiança da equipe. Quando a coisa aperta e o time precisa achar um gol, pode contar com o camisa 11. Até por isso, a “malandragem” é perdoada, assim como os atrasos e as idas para o Rio até quando não tem mais do que algumas horas de folga.

Seu estilo incisivo e desafiador em campo contrasta com o jeito manso de falar. E até com o uso de expressões que não costumam estar na boca de muitos jogadores. Como há alguns meses, quando disse que o goleiro Júlio César é um “lindo” e o preparador Fábio Mahseredjian, “um querido”. É artista.

BRASILEIRÃO > 2 TURNO — 30 RODADA
Onde: Canindé, em São Paulo, às 21h
Juiz: Rodrigo Braghetto (SP)
TV: Pay-per-view

Portuguesa
4-4-2
Dida; Luis Ricardo, Valdomiro, Lima e Marcelo Cordeiro; Zé Antonio, Ferdinando, Héverton e Moisés; Ananias e Bruno Mineiro
T: Geninho

Corinthians
4-4-2
Cássio; Alessandro, Wallace, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Edenílson, Guilherme e Douglas; Emerson Sheik e Romarinho
T: Tite

Fonte: Rede Bom Dia

Veja Mais:

  • Jonathas está na mira do Corinthians; atacante está no Hannover, da Alemanha

    Uma contratação, uma baixa e duas negociações: como se reapresenta o Corinthians pós-folga

    ver detalhes
  • Éric Cantona utilizou imagem de Sócrates para criticar Neymar

    Ídolo francês usa foto de corinthiano Sócrates para dar indireta a Neymar

    ver detalhes
  • Goleada da Inglaterra inspirou memes de corinthianos

    Torcida do Corinthians usa goleada da Inglaterra para provocar São Paulo nas redes sociais

    ver detalhes
  • Bernard, Marinho e Sánchez são algumas sugestões da Fiel ao Corinthians

    Sete sugestões de contratação da Fiel ao Corinthians para o segundo semestre de 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes