Paulinho supera Neymar e se torna o jogador que mais vende camisas da Nike no Brasil

Paulinho supera Neymar e se torna o jogador que mais vende camisas da Nike no Brasil

25 mil visualizações 84 comentários Comunicar erro

A empresa dos EUA divulgou um relatório que revela um ranking peculiar de jogadores que jogam no Brasil e vendem mais camisas. O santista não só perdeu a liderança, mas também não está perto.

E, apesar de toda a gente pensar que o topo da lista seria reservado para o marqueteiro do futebol brasileiro no momento, Neymar, para muitas surpresas não é ele quem ocupa esta posição. E é que, para a surpresa de muitos, este lugar único, está totalmente reservado para o meia Corinthians, Paulinho, que é o jogador que a Nike vende mais camisas no Brasil da empresa dos EUA, seguido pelo Internacional meio-campista D'Alessandro. Neymar fica em terceiro.

Nike atualmente tem o patrocínio técnico de quatro clubes brasileiros: Internacional, Santos, Coritiba e Bahia, embora sua intenção é aumentar a quota de mercado a este respeito. Com relação aos produtos do Brasil, seleção de rolamentos e Nike combinadas com vários anos de vendas totais, 70% correspondem ao elástico tradicional amarelo, enquanto o resto é deixado para o kit de distância.

Fonte: Pasion Libertadores

Veja Mais:

  • Sidcley marcou o segundo gol do Corinthians (e deu assistência para o primeiro)

    'Sidriguinho' dá show, Corinthians goleia Paraná em Curitiba e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Mulherada do Corinthians venceu mais uma no Paulistão Feminino

    Grazi faz quatro, Corinthians goleia Juventus e segue 100% no Paulista Feminino

    ver detalhes
  • Sidcley teve atuação aprovadíssima pela Fiel

    Sidcley e mais três beiram nota máxima da Fiel após goleada do Corinthians em Curitiba

    ver detalhes
  • Rodriguinho é o artilheiro do Brasileirão-2018, com três gols em duas partidas

    Corinthians já lidera Brasileirão com folga; veja quem ainda ameaça o Timão nesta segunda rodada

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes