'O banco do Corinthians é Zizao e mais seis', brinca Tite

'O banco do Corinthians é Zizao e mais seis', brinca Tite

Apesar de cobrar empenho de seus jogadores contra o Cruzeiro, amanhã, Tite sabe que o foco do elenco já está voltado para o Mundial. Jogadores de folga visando uma melhor preparação dão a prova do momento que vive o clube. Por conta disso, em meio a tantos reservas como titulares, uma pressão ganhou mais força no dia a dia: a estreia de Zizao. Evitando programar como será, Tite garante uma coisa diante da Raposa. 'O banco é Zizao e mais seis', afirmou.

Agora, se o chinês vai entrar em campo, a história é outra. 'Eu aprendi uma coisa. Tudo que se premedita, que se tenta forçar as situações, deixa de ser natural e proveitosa. Talvez esperar mais para fazer quando está melhor preparado', comentou.

Sem poder contar com Emerson, machucado, Jorge Henrique, em recuperação física, Martínez, na seleção argentina, Guerrero, na seleção peruana, o ataque corintiano titular será formado por Romarinho e Danilo improvisado. Desta maneira, Chiquinho e Zizao serão as opções para o setor no banco de reservas.

Sua entrada só acontecerá caso Tite precisa de um homem de velocidade, que jogue pelo lado do campo. 'Ele já conhece a função dele. Jogador de lado, de velocidade, condução e de transição. Não é jogador que preenche o meio de campo', disse.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes